10 de jan de 2017

Resenha: O Vale dos Mortos - Rodrigo de Oliveira

2017... UMA PROFECIA ESQUECIDA DO LIVRO DO APOCALIPSE, REITERADA POR OUTROS PROFETAS MODERNOS, RESSURGE...
Cientistas descobrem um planeta vermelho em rota de colisão com a Terra. Depois de muito pânico nos quatro cantos do mundo, eles asseguram que o corpo celeste passaria a uma distância segura de nós. E todos ficam tranquilos acreditando que nada iria acontecer...
Então 2/3 de todas as pessoas no Planeta caem desmaiadas, vítimas de um estranho surto... "E abriu-se o poço do abismo, de onde saíram seres como gafanhotos com poderes de escorpiões. E os homens buscarão a morte e a morte fugirá deles." - Apocalipse 9, 2-6.
E um grupo luta para sobreviver num mundo dominado pelo mal.
Com passagens por São Paulo, Brasília, Estados Unidos, China e França, O Vale dos Mortos baseia-se na profecia de que um planeta intruso ao sistema solar, ao raspar por nossa orbita, fatalmente desencadearia a transformação em grande parte da humanidade, não havendo lugar seguro e ambientes sem infecção, pois ela ocorreria simplesmente pela aproximação do astro. Pegos de surpresa, e tentando entender o que acontecia enquanto buscavam se salvar, um casal e seus filhos iniciam uma jornada para reestabelecer alguma condição de vida no que restou de seu próprio mundo. Uma história com muita ação, suspense, que vai deixar você eletrizado.

Autor: Rodrigo de Oliveira
Editora: Faro Editorial
Classificação: 4 de 5 estrelas
 Ano: 2014
Páginas: 304




Em O Vale dos Mortos começamos sendo apresentados à Ivan, sua esposa, Estela e seus filhos Ana e Matheus. Estamos no ano de 2018, o ano que acontecerá um grande espetáculo. Um planeta, denominado de Absinto estará visível a todos a olho nu, já que este planeta estará bem próximo da Terra, sendo mais especificado, o espetáculo ocorrerá no dia 14 de julho.


Absinto provocou bastante medo quando divulgaram que ele estava vindo em uma velocidade jamais vista e iria colidir com a Terra, causando uma catástrofe e matando todos. Mas depois de muito estudo e pesquisas, os cientistas afirmaram que Absinto não era mais uma ameaça para o nosso mundo e que todos poderiam apreciar o espetáculo de vê-lo a olho nu e que este espetáculo aconteceria no dia 14 de julho de 2018.


Era dia de sábado, tanto Ivan, quanto Estela não trabalhavam nos finais de semana, então aproveitaram para tirar esse sábado para comprarem as coisas para casa e ficar um pouco com as crianças. Quando saíram de casa, ficaram admirados com tamanha beleza daquele lindo planeta que estava visível para todos. Depois de completarem todas as tarefas do dia, decidiram ir ao Shopping Colinas, para almoçarem, já que as crianças estavam com muita fome.  Porém, este shopping estava fechado para reformas, então decidiram ir ao shopping Center Vale.


O shopping estava cheio, e o calor estava insuportável, parecia que a cada vez mais ficava mais quente. Até que, já dentro do shopping acontece algo que ninguém esperava, pessoas começam a desmaiar. Logo que veem aquilo, Ivan e Estela começam a levar seus filhos para o estacionamento, afim de saírem dali logo, já que perceberam que algo não estava normal.


Porém, viram que as pessoas estavam acordando bem diferentes, elas estavam com os olhos esbranquiçados e tinham vontade de matar uma as outras. Assim se começou uma grande carnificina.


“Lentamente, pessoas das mais variadas idades, cores e classes sociais despertaram daquele transe macabro. Mas, daquele momento em diante, tudo o que elas eram, conheciam, amaram e odiaram ao longo de suas vidas estava perdido para sempre. A partir daquele instante, seriam conhecidas por vários nomes, mas nunca mais seriam chamadas de pessoas. E realmente não eram mesmo.”


Mas não era só no Brasil, ou na cidade em que eles estavam, era no mundo todo. Pessoas desmaiavam e não queriam saber de mais nada além de matar.


Ivan e Estela rapidamente saem daquele lugar afim de se salvar e em meio de pessoas mortas, ou zumbis, como Estela prefere chamar, eles encontram outros sobreviventes daquele terrível episódio e terão que fazer de tudo para se protegerem.


Gente, desde o lançamento desse livro eu tinha vontade de lê-lo. Assim que foi lançado, o livro foi alvo de muitas opiniões positivas e isso me deixava cada vez mais ansiosa para poder lê-lo. Quando eu tive a oportunidade de solicita-lo a Faro Editorial, que é editora parceira do blog, eu não pensei duas vezes e poucos dias depois que recebi o exemplar comecei a leitura.


Logo no começo do livro minhas expectativas estavam altas e com certeza não me decepcionei com a história do livro. Fazia um tempo que eu não lia um livro com zumbis e finalmente consegui matar a saudade deles.


É prazeroso ver a forma como os personagens fazem de tudo para sobreviver em meio aquela carnificina e o modo que eles lutam com os zumbis. Imaginem um evento mundial, onde apenas um terço (ou bem menos) da população são de humanos e o resto de zumbi? É bem estranho!


A narrativa do autor é fluída e muito detalhada. As vezes eu me incomodava um pouco com o excesso de detalhes, mas na real, foi bom a narrativa ser rica em detalhes, deu para visualizar direitinho como as coisas estavam acontecendo e ter uma noção enorme do caos que o mundo se tornou.


O cenário é ótimo, apesar de ter vários personagens secundários, eles fazem total diferença. Não irei citar os que eu gostei ou não gostei, pois são dezenas de personagens.  Mas terei que dar total destaque ao personagem principal, o Ivan, que mesmo com tanta pressão na cabeça por ser o líder do grupo, estava sempre fazendo as escolhas certas e com bastante inteligência, sempre tentando colocar as pessoas em segurança.


E o final? Gente, adorei o final do livro, só me deixou mais curiosa ainda para ler o próximo, que já solicitei e já realizei a leitura, e adianto para vocês, eu adorei assim como o primeiro!


A edição do livro está maravilhosa. Apaixonei-me por essa capa, apesar de bem medonha, faz jus a história do livro (e eu gostei bastante do gatinho que está na capa, haha). Como sempre a diagramação do livro está impecável, logo ao abrir o livro vemos o capricho que a Faro teve com o livro, no início dos capítulos nos temos uns respingos de sangue e na parte interior da capa também. As letras estão em um bom tamanho para realizar a leitura e as páginas são amareladas. Não encontrei nenhum erro de revisão.


Enfim, o livro é maravilhoso, a história é maravilhosa e estou extremamente ansiosa para ler o livro. Parabéns ao autor e a Faro pelo belo trabalho. Extremamente recomendado!


8 comentários:

  1. Olá, nossa que resenha mais detalhada.
    A premissa não me chamou muito a atenção, dessa vez eu passo a dica.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Acho que eu fã de The Walking Dead iria amar esse livro haha.

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Uau que ótima resenha, eu adorei!!! Assim como o autor você foi detalhista nessa resenha e sem nenhum spoiler. A história parece ser ótima mesmo, fiquei muito interessada em ler. Já está anotado na minha gigante lista. Parabéns!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Sim, a capa é medonha, e pra mim esse é só mais uns dos motivos pra eu não ler. O fato é que odeio zumbis, principalmente por serem nojentos, e vendo essa capa reforcei minha opinião... Hehe... Que bom que gostou, mas não é leitura pra mim, principalmente por ter tantos detalhes.

    ResponderExcluir
  5. OOi!
    Apesar dos seus comentários positivos, prefiro passar a dica. A premissa não chamou minha atenção positivamente, não gosto muito de livros com zumbis. haha
    Mas fico feliz que tenha gostado!
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  6. Olá! Menina, já na sinopse fiquei impressionada! Que livro é esse? Imagina uma situação dessas acontecido, meu Deus é de arrepiar. A capa está ótima, deve ser uma leitura bem intensa. Dica anotada, beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Ana, sua linda, tudo bem?
    O que eu mais gosto em histórias com zumbis, é a luta pela sobrevivência dos que não foram contaminados. Estou curiosa para descobrir porque ele e seus filhos e algumas outras pessoas também, não desmaiaram e se tornaram zumbis. E o que eles terão que fazer para ficarem vivos. Parece ser emocionante. Não vejo a hora de ler.
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
  8. Que capa assustadora! Faz lembrar o walking dead. Porem nao sei se serã o meu genero

    ResponderExcluir