19 de jan de 2017

Filme: Um Momento Pode Mudar Tudo

Bec (Emmy Rossum) é uma universitária meio perdida, que está se relacionando com um professor casado e perdendo o interesse no seu futuro acadêmico. Ela começa um novo trabalho, cuidando de Kate (Hilary Swank), uma mulher que sofre de uma doença terminal. Aos poucos, a jovem vai aprendendo a aproveitar o mundo, mas acaba se afastando cada vez mais da sua antiga vida. Baseado no livro de mesmo nome, escrito por Michelle Wildgen.

Nome original: You're Not You
Gênero: Drama
Ano: 2015
Distribuidora: H2O Films
Duração: 1 hora e 42 minutos
 Nacionalidade: EUA
 Classificação: 5/5






Bec é uma garota que bebe quase todos os dias, fuma, faz faculdade e têm um caso com o seu professor. Adora cantar, mas seus pais não acham que é aquilo que ela tem que fazer para ganhar a vida.

Kate é uma mulher extremamente feliz, tem um marido maravilhoso e uma bela casa. Mas isso não é o suficiente quando ela descobre que têm uma doença rara. Kate é portadora da doença degenerativa ELA, que vai atrofiando os músculos da pessoa, até ela chegar à óbito. 

Por seu marido, Evan, ser muito ocupado com o trabalho, eles precisam contratar uma pessoa para ajudar Kate, já que ela quase não consegue fazer nada com as mãos e precisa se locomover com uma cadeira de rodas. 

Então, sabendo da vaga de trabalho, Bec vai à casa deles fazer uma entrevista para conseguir esse novo emprego. A aparência da garota não é uma das melhores quando Evan a recebe para fazer a entrevista, e ela não sabe nada da doença e dos afazeres de casa. Ele acha que ela não é apta para o cargo, até ela mesma acha que não irá conseguir, mas Kate vê um potencial na garota e acaba pedindo o marido para contrata-la.

Apesar de no seu primeiro dia ser péssima e ela ser demitida logo após, eles ligam depois para pedir para ela retornar à casa e ao trabalho. Aos poucos Kate e Bec vão criando um vínculo de amizade e se acostumando uma com a outra.

Porém, o grande problema é quando Kate está dando um jantar em sua casa para suas duas amigas e seu marido está em um bar bebendo com um amigo, elas acabam por citar que Evan é um homem perfeito, sem nenhum defeito. Isso coloca Kate para pensar se ele realmente é aquilo tudo.

Nesse mesmo dia, na hora de dormir, Kate pede para a menina pegar o tablet de Evan para olhar os seus e-mails, apesar da relutância de Bec no começo, ela acaba pegando e checando o e-mail, então descobre que Evan está tendo um caso. Ele poderia ser todo aquele homem amoroso e atencioso com ela, mas ela sentia que a doença que ela tinha estava atrapalhando a vida dele.

Então, Kate decide sair de casa e vai para a casa de Bec para resolver e decidir o que irá fazer de sua vida.

Apesar de no começo Bec se mostrar uma menina imatura e sem muitas pretensões na vida, no decorrer do filme nós presenciamos o amadurecimento dela, e esse é um dos pontos que eu mais gostei no filme. 

A amizade entre Bec e Kate é linda, o modo que as duas se aproximam e depois passam a gostar uma da outra é maravilhoso. Vi que Kate tornou-se dependente de Bec, pois em algumas situações apenas a adolescente conseguia entende-la e fazia de tudo para ajuda-la.

A pior coisa no filme é ver a doença tomando conta de Kate, apesar de tudo, ela não tem esperança e aceita que irá morrer. Mas é triste acompanhar a degradação da personagem e o quanto ela sofre, me fez ficar emocionada e chorar em várias partes do filme.

Não irei dizer que Evan estava certo em trair Kate, mas eu senti que ele teve uma pressão enorme no interior dele. Ele tinha uma mulher saudável e logo depois estava vendo sua mulher morrendo dentro de sua própria casa. Apesar da doença, Evan continuou sendo um homem carinhoso e dando atenção à Kate enquanto ela precisava, a preocupação que ele tinha muitas vezes era a mesma que a minha.

A atuação da Hilary Swank, como sempre, está um máximo. Eu adoro essa atriz, ela incorpora o personagem e transmite tudo que deve para nós. Assim como a atuação da Emmy Rossum, que soube interpretar direitinho o papel de adolescente rebelde.

Deixo aqui a dica de um filme que me ganhou completamente e me deixou super emocionada e angustiada. O final do filme é bem triste, mas vale a pena assisti-lo e soltar algumas lágrimas.
 

9 comentários:

  1. como eu chorei com esse filme! menina do céu! ele é lindo, emotivo na medida certa, instigante e cheio de simbolismo de amizade, amor
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?
    Adorei a dica, com certeza irei assistir!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Oii
    Eu não curto muito filmes de Drama.. rsrs Sempre fico com aquele nó na garganta. Mas acho que vou dar uma chance para esse filme e procurar no Netflix nesse fim de semana.
    Bjoo

    ResponderExcluir
  4. Oie amore,
    Olha não curto muito assistir filmes, exceto quando vejo uma resenha legal, ou algum comentário bacana, e esse é um filme que já fiquei com vontade de assistir pra ser sincera.
    Só me preocupa o fato de existir doença no filme e o final ser muito emocionante... isso me faz chorar bicas de lágrimas.
    Beijokas!

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Esse filme é realmente muito tocante! Quando assisti não estava dando muito por ele, mas ele é bem emocionante! Não cheguei a chorar, mas entendo quem chora assistindo
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá! Eu assisti esse filme e chorei muito! Fiquei com raiva do marido dela! A história é triste, mas é um filme ótimo! Beijos!

    ResponderExcluir
  7. este filme e grandeoso, uma completa obra, muito dramatico com uma trama totalmente envolvente. como se voce sofresse junto ao protagonista

    ResponderExcluir
  8. Acho que não tem como não ter um final triste se o filme trata de ELA, uma doença que não permite um final feliz. Não sei se quero ver, embora eu ame histórias emocionantes acho que não aguentaria acompanhar a evolução da doença, embora a questão da amizade deva ser linda de se ver.

    ResponderExcluir
  9. Poxa o livro parece maravilhoso e bem interessante, não conhecia. Discordo totalmente da traição do marido e não acho que a mulher doente foi pressão pra ele, ela deve ter sofrido muito,isso sim, apesar disso pretendo conferir o filme. Ótima dica, bjs

    ResponderExcluir