9 de jan de 2017

Resenha: Caçadores - O Vale da Morte - Priscila M. Palmeira

Século XVll, Romênia.
Quando as bruxas rompem a tênue linha que as separa dos humanos, três caçadoras vão usar suas próprias experiências e perdas para caçá-las e matá-las, evitando que novas vítimas sejam feitas, até que Djiu conhece um misterioso e atraente cigano e descobre que os mistérios que o envolve talvez façam parte de sua própria história. O conclave está próximo, a grande festa sabática onde as bruxas sacrificarão quatro virgens para o ritual de reafirmação de pactos, e os caçadores terão que correr contra o tempo para descobrir o local exato do sabbatum e evitar que novas vidas inocentes sejam sacrificadas.

Autora: Priscila M. Palmeira
Editora: Independente
Classificação: 4 de 5 estrelas
 Ano: 2015
 Páginas: 196




Caçadores: O Vale da Morte nos apresenta Djiu, Petra e Angelina, as três são caçadoras de bruxas e cada uma tem uma história triste para contar e o porquê de se tornarem caçadoras.

Após ir caçar uma bruxa e mata-la, Djiu sai com um ferimento na perna, que a leva a ter um desmaio assim que sai da casa da bruxa. Quando ela acorda, está em uma vila de ciganos e quem está cuidando dela é Doru juntamente com sua meia irmã Andreea

Apesar de bem agradecida por Doru cuidar dela, Djiu tem que voltar para entregar a cabeça da bruxa e buscar sua recompensa, e claro, voltar para suas amigas que já devem estar preocupadas com ela. Porém, quando Djiu revela à Doru que terá que ir embora logo o mesmo não aceita e se prontifica a ir com ela, óbvio que ela não aceita. Mas então ele revela o que tem em mãos, o Olho de Muriel, um talismã muito procurado entre as bruxas por dar poderes à pessoa que o possui. Doru revela a ela que o pai dele foi um caçador e deixou o talismã com ele.

Mesmo meio reclusa, Djiu deixa Doru seguir com ela para o seu lar. Já que ele é um caçador e possui o olho de Muriel, provavelmente poderá ajudar as meninas a encontrarem o lugar onde será o sabbatum e destruir as bruxas.

"- É o que dizem. Mas o pior é no dia seguinte, quando acontece o sabbatum, o grande conclave das feiticeiras antes do nascer do sol. É quando elas reafirmariam seus pactos e para isso precisam de quatro virgens para o sacríficio - Angelina completou - Uma virgem para cada fase da lua e para cada elemento. Fogo, ar, água e terra." (Página 104)

Correndo contra o tempo para salvar as quatro virgens e matar as grandes bruxas Angelina, Djiu, Doru e Petra partem para uma grande caça em que presenciarão muita guerra e luta.

Estava há um tempo querendo ler um livro em que no enredo tivesse caçadores, acho muito legal a união deles e o raciocínio que eles tem em conjunto para chegar à algum lugar. 

Os quatro caçadores me proporcionaram grandes horas de tensão e ação, apesar de passar alguns momentos de agonia, foi bom ver os caçadores lutarem e colocarem suas vidas em risco para salvar as quatro meninas que foram sequestradas de uma vila, que logo mais, essa vila veio a ser destruída.

A narrativa da autora é maravilhosa, super fluída, enquanto lia, queria mais para saber o que aconteceria com os personagens. O cenário é muito bom, com a narrativa da autora, deu pra ter uma noção de como era o lugar e consegui me imaginar nele. Os quatro personagens são super bem estruturados e gostei bastante deles, apesar de que Djiu foi uma personagem que me irritou bastante em algumas partes por sua imaturidade.

Eles posteriormente ainda irão encontrar Leonardo, um homem que teve a vida de sua mulher arrancada por uma dessas bruxas e que conhece uma que poderá ajuda-los, então parte para essa caminhada junto com eles.

A diagramação do livro está muito boa, a cada capítulo temos a imagem de um lobo uivando e uma lua cheia, não encontrei nenhum erro de revisão e também adorei essa capa. A letra está em um bom tamanho e as páginas são amareladas.

O final não tem pontas soltas a respeito da história que é abordada neste livro, mas deu a entender que terá uma continuação, espero que eu esteja certa, pois quero conferir mais aventuras desses cinco caçadores.

Enfim, gostei bastante do livro e espero poder ler mais livros da autora. Super recomendo para quem gosta de livros de fantasia com um toque de ação. 

14 comentários:

  1. Olá Ana,
    Que bom que você gostou desse livro e que a leitura te agradou. Li outra obra da autora e concordo contigo com relação a escrita da autora, mas ainda não tive a oportunidade de viajar por essa história.
    Fiquei bem curiosa para saber o que acontece e vou tentar encaixar nas leituras desse ano.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  2. Olá Ana, tudo bem?
    O livro parece bom, mas infelizmente não faz meu estilo. Desejo sucesso a autora e ao seu blog. Já estou no aguardo das proximas dicas. Beijos

    ResponderExcluir
  3. O livro parece ser muito bom <3
    Adoro essa coisa de fantasia, um dos meus gêneros prediletos.
    Amei a dica!

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito da capa do livro. Fiquei curiosa para ler pelo que vi na sua resenha, gosto de histórias que envolvam bruxas e caçadores.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Não conhecia nem o livro nem a autora. Pelo o que pude perceber, a história não tem muita novidade, mas pela sua resenha, ela parece muito boa. Fiquei bastante interessada!

    Bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Esse tipo de livro não faz muito meu estilo. Parece muito bom, sua resenha ficou ótima, mas não tenho certeza se vou ler.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Não conhecia autora e obra e o livro parece ser interessante, mas não gosto de ler histórias que tenham bruxas como "vilãs", afinal, as bruxas são legais! =)

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem/
    O livro me parece muito bom! Adoro quando a narrativa é fluída assim!
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Caroline, já tem um tempo que não lia algo relacionado a bruxas e gostei deste livro. Não o conhecia, mas sua resenha me deixou tentada a ler, por isso vou anotar sua dica.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem? Adoro a temática, por isso me interessei bastante pelo que eu li. Dica anotada (:
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Nossa que narrativa, parece ser um bom livro mesmo, e eu que estou procurando titulos para ler, esse já entrou para a lista. Abraços

    Cantinho Beatriz Shaina

    ResponderExcluir
  12. me parece ser uma obra bacana. ^^
    gosto de fantasias e já a algum tempo não leio nada que remeta a essa premissa com caçadores e bruxas, e talz...
    gostei :D

    ResponderExcluir
  13. Oi, Ana ^^
    Desconhecia a autora e seu escrito, mas só de ler que se trata de caçadores me animou bastante. Gosto bastante de bruxas então fico um pouco receoso de como elas foram retratadas nessa obra, acredito que foram para o lado do mal ao invés do bem (bruxas antigamente nada mais eram do parteiras, na nossa realidade).
    Gosto de protagonistas femininos então só deve que há quatro ao invés de só uma me deixa muuuuito animado para poder ler essa obra um dia.
    Fiquei curioso a cerca desse olho de Muriel. Nunca tinha ouvido falar. E também fico ansioso para ter o contato com a escrita dessa autora que se é fluída então gostarei bastante.
    E que nomes estranhos para personagens, hein? Nem consigo decorar. Kkk
    Parabéns pela resenha e por ajudar a divulgar a nossa literatura nacional através das suas impressões. ^^
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Não conhecia o livro, mas achei bem interessante. Quero saber se ela a conseguiram salvar as moças virgens e combater as bruxas má.
    Amei a sua resenha e vou anotar a sua dica.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir