24 de jan de 2017

Resenha: Intergaláctica - F. P. Trotta

Uma conspiração para controlar o rumo da mais importante expedição espacial da história da humanidade. 3 de Maio de 2031 - No dia de lançamento da aguardada expedição da NASA para explorar a lua de Júpiter, uma das candidatas para habitar vida extraterrestre, a psiquiatra Amanda Collins acorda de um coma após meses batalhando contra uma meningite aguda. Junto com seus pacientes Stryker, Ripley e sua amiga Lina, eles descobrem que fazem parte de um crescente quebra-cabeça envolvendo uma corporação geopolítica underground chamada A Firma, que planeja sabotar a missão, usufruindo de uma nova tecnologia para saquear a nave e destiná-la para um planeta habitável localizado dezessete anos luz da Terra. O quarteto então inicia uma operação para descobrir a verdade por trás da conspiração, mergulhando de cabeça na maior expedição planetária da história da humanidade. 

Autor: F. P. Trotta
Editora: Livros Ilimitados

Classificação: 3.5 de 5 estrelas

Ano: 2015

Páginas: 278




Intergaláctica é um livro que se passa no ano de 2031 e nos apresenta aos amigos Stryker, Ripley e Amanda.


Amanda é filha de Oswald, um cientista com sede de poder. Após o pai tentar transforma-la em um de seus soldados leais, Amanda foge com apenas 14 anos, juntamente com sua babá Shirley, e constrói uma vida longe de todo o império de seu pai.

15 anos depois e após estar 8 dias em coma, Amanda acorda com a notícia de que a NASA irá mandar 8 pessoas para Europa, a lua de Júpiter, em busca de alguma vida extraterrestre. Mas o pior é: seu pai está por trás de tudo isso.

Após Amanda, Stryker, Ripley e Lina estarem comemorando em um bar, um grupo de agentes vem prender Amanda por estar realizando experimentos ilegais, o que é uma mentira. Então eles dão um jeito de escapar e todos vão para a casa de Amanda, que é extremamente segura para todos ficarem.

Amanda explica para todos que Oswald quer mandar para a Europa a nave Órbita 2.0, para trazer um grande nível de energia daquele local para a Terra, e assim, ela prevê que começará a Terceira Guerra Mundial.

Ela decide se infiltrar na Firma, o grande “laboratório” de seu pai. Ela irá se entregar dizendo estar arrependida de tudo que aconteceu para tentar acabar com aquela farsa toda. Seus amigos decidem ir junto com ela para ajuda-la, então ela fica uns bons meses treinando-os para não vacilarem em nada, já que as pessoas que trabalham naquele local percebem quando algo está errado.

Após adentrar na Firma, eles trabalham fielmente para descobrirem todos os segredos que têm por trás de toda essa expedição.

Confesso que no começo do livro eu fiquei super perdida, o que foi um pouco chato, já que eu lia e a maioria das coisas não entendia. Acabei por parar um pouco a leitura e passar outros livros na frente.

Intergaláctica é um livro bem complexo no começo, mas depois que você vai engatando na leitura e ela vai fluindo, da para entender mais o que está ocorrendo na história. Depois que retomei a leitura do livro, eu não queria mais larga-lo. Fiquei juntinho com os quatro personagens querendo descobrir os segredos daquele local e o que eles iriam fazer para tentar abordar essa missão louca.

Admiro o autor por ter conseguido criar essa história, com certeza usou de uma enorme inteligência para conseguir cria-la Quando terminei a leitura fiquei pensando nisso, e tenho que parabeniza-lo por tamanho conhecimento!

Com Intergaláctica nós viajamos à vários planetas, com vários tipos de costumes e modo de viver diferentes. É extremamente bom explorar os mínimos detalhes dos locais com os personagens, eu sentia que estava juntamente com eles realizando as tarefas.

Os personagens me agradaram bastante, só tenho um pouquinho  a reclamar de Stryker, algumas de suas atitudes não me agradaram. Mas fora isso, adorei todos os outros personagens, óbvio, tirando todos que envolvem a Firma.

A narrativa do autor é gostosa e ele detalha bem os pontos da história. A capa do livro é muito linda, fiquei uns bons minutos admirando ela. A diagramação é simples, porém bonita. As páginas são amareladas e a letra está em um tamanho favorável para a leitura.

Estou aguardando ansiosamente o segundo volume desta trilogia e espero que o autor a lance logo. O final é completamente diferente de tudo que eu esperava, fiquei extremamente surpreendida com o rumo que a história tomou. Não esperava nada do que aconteceu!

Enfim, recomendo o livro para quem gosta de uma boa distopia, misturado com aventura e ficção!

 

8 comentários:

  1. Olá, não conhecia o livro e apesar de ter achado a capa muito bacana, o tema não me agrada muito, infelizmente! Mas sua resenha ficou muito boa, parabéns!

    MEMÓRIAS DE UMA LEITORA

    ResponderExcluir
  2. Eu não sei explicar, mas o enredo do livro me lembrou o livro do Dan Brown "Ponto de Impacto"

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana.

    A sinopse é interessante e sua resenha conseguiu despertar minha curiosidade para adquirir o livro. E Sabendo que a narrativa do autor é detalhista eu vou adicionar na minha lista de desejados. Também achei a capa linda.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    É chato quando ficamos perdidas na história. Se torna cansativo e acabamos desistindo da leitura. a história perece ter um enredo bom e espero que o autor trabalha mais a introdução da história.
    Amei a sua resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  5. Oi.
    Fiquei muito curiosa para ler esse livro e saber mai sobre ele.
    Muito boa a sua resenha.
    Abrçs

    ResponderExcluir
  6. Li o titulo e já fiquei curiosa haha curto muito ficção, vou pesquisar um pouco mais sobre esse livro, valeu a dica!

    ResponderExcluir
  7. Eu achei a ideia toda do livro bem interessante, mas essa coisa de distopias e ficção não é muito minha praia. Isso unido ao fato de a narrativa ser um pouco complicada no início me faz pensar que não é uma leitura para mim.
    Mesmo assim, adorei a resenha e vou passar ela para um dos colunistas do blog - me parece que ele vai se encantar e querer o livro :)
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha! Espero poder ler!

    ResponderExcluir