23 de abr de 2019

Resenha: A Ilha dos Mortos - Rodrigo de Oliveira

Muitos anos se passaram desde que a maior colônia de sobreviventes do Apocalipse zumbi se transferiu para Ilhabela. Com o tempo, eis que surge uma evolução dentre os próprios mortos- vivos: os zumbis estão mais selvagens, ágeis e violentos... Este livro traz o surgimento de uma nova era, cruel e implacável, em que a perseverança dos sobreviventes e seus líderes será testada de forma muito diferente. Um livro cheio de reviravoltas, movimentos bruscos, cenas impensáveis.

Autor: Rodrigo de Oliveira
Editora: Faro Editorial
Classificação: 5 de 5 estrelas
Ano: 2016
Páginas: 333




A Ilha dos Mortos se passa depois do inferno que Jezebel, a irmã gêmea de Isabel, provocou na vida da sua irmã, de Ivan e de todos os outros sobreviventes do apocalipse.

Para quem não sabe, tanto Jezebel, quanto Isabel tem poderes psíquicos, sendo que Jezebel já não é mais humana, então agora ela usa os seus poderes para o mal, além de poder controlar todos os outros zumbis. Seu único objetivo é destruir Ivan, sua irmã e todos os outros que estiverem junto com eles.

Mais de 20 anos se passaram depois desse incidente, agora os sobreviventes se estabeleceram em uma ilha, depois de fazerem uma varredura e matarem todos os zumbis, o lugar se tornou habitável, contando com uma população de mais de 15 mil pessoas.

Agora nós temos uma nova criatura, os Bersekers, eles são zumbis transmutados. Além de terem o dobro de tamanho de um zumbi normal, sua força também é extrema, matar um zumbi desse tipo é extremamente difícil.

Como se não bastasse isso, teremos a volta de um demônio do passado tentando exterminar eles a todo custo.

Depois que tantos anos se passaram, vários personagens já não estão mais presentes. Alguns morreram de doença, outros por algum zumbi. E aquelas crianças que vimos nos livros anteriores, agora se tornaram adultos que fazem parte de um exército implantado por eles.

Além disso tudo, também temos política e leis implantadas na ilha, o que irá gerar muita confusão ao decorrer da leitura, já que alguns são mais ambiciosos e não visam apenas o bem-estar das pessoas que ali habitam.

Eu sinceramente me surpreendi muito com esse livro, Rodrigo de Oliveira conseguiu se superar. Comecei a ler o livro sem expectativas, porém bem ansiosa, estava com muita saudade desse mundo de zumbis. E então A Ilha dos Mortos acabou se tornando meu livro favorito da série até agora.

Nesse livro teremos mais ação e mortes. Rodrigo não poupa nenhum personagem, o que faz nosso coração doer um pouquinho, mas traz mais adrenalina à história.

Em nenhum momento o livro é parado, temos capítulos narrados entre o presente e o passado, o que nos deixa mais familiarizado com o que ocorreu com os personagens antigos e como foram suas mortes.

Os filhos de Ivan e Estela, tanto os adotivos, quanto os biológicos estão adultos, são eles que roubam a cena desse livro e comandam a história, já que Ivan já está em uma idade avançada que não lhe permite fazer muita coisa além de ser o presidente da cidade.

Quando eu pensei que não poderia me surpreender mais, vem o Rodrigo com aquele final. Gente, o que aconteceu ali??? Fiquei horas para digerir aquilo. Simplesmente espetacular.

Estou super ansiosa para ler o próximo livro da série, A Era dos Mortos - Parte Um, é o penúltimo livro e eu já estou com meu coração apertadinho antecipadamente por ter que me despedir de todos os personagens (apesar de não ter sobrado muitos pra contar história, hahaha).

Se estão em busca de um livro de suspense recheado de zumbis e muita morte, não deixem de ler a série A Crônica dos Mortos.


7 comentários:

  1. Eu amo essa série demais, eu li todos de uma vez só e fiquei boquiaberta com essa história, com certeza uma das melhores séries que já li na vida!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bem?

    Menina, misericórdia nestes Bersekers, eu gosto bastante de livros de zumbi, mas fico tão agoniada durante a leitura kkkkk Esta história parece ser bem interessante, e espero me surpreender como você. Vou colocar na minha lista de desejados. Obrigada por compartilhar!!

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  3. Oi, que bom saber que o autor conseguiu se superar nesse livro, eu sou bem curiosa para ler essa série. Achei interessante isso de os sobreviventes estarem nessa ilha e de ter passado um tempo desde o início da história e termos novos personagens.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Confesso que histórias com zumbis não é pra mim e acho essa capa espetacular por conseguir me causar algo diferente hahaha
    Legal saber que o autor conseguiu fechar bem mais esse livro e os momentos finais te surpreendeu.
    Não sei se leria, mas suas impressões causa curiosidade.

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bom?
    Por não ter lido o livro anterior fiquei meio perdida na resenha. Mas por adorar histórias de zumbis e por saber que este livro não é parado em nenhum momento e que consegue ser ainda melhor que o primeiro, eu fiquei bem curiosa para conferir. Dica anotada! Ótima resenha ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Eu tenho nervo de Zumbis, acredita? Quando vejo qualquer coisa referente eu até arrepio. A premissa do livro é interessante e mesmo sendo uma continuação conseguimos ter um vislumbre do que aconteceu no outro livro devido as referências que você trás. Eu acho que a capa do livro poderia ser mais elabora, essa não tá boa não rsrs. Vou deixar a dica passar, pois realmente é algo que eu não leio. Mas fico muito feliz que você tenha gostado

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Confesso que não curto muito histórias envolvendo zumbis e, por isso, não tenho curiosidade de ler essa série. Porém, fiquei feliz por saber que você se surpreendeu positivamente com essa leitura e que esse seja seu favorito da série até aqui. Parece que é uma trama mais envolvente e dinâmica e que o autor conseguiu desenvolver muito bem a história e surpreender no final.
    Vou passar a dica desta vez, mas adorei ler sua resenha e fico feliz que esteja gostando de ler essa série. Espero que o próximo livro seja melhor ainda.
    Beijos!

    ResponderExcluir