21 de nov de 2016

Primeiras Impressões: Borborema

Annabel é uma mulher fria e calculista, que fugiu do seu passado para a cidade grande e construiu uma vida "segura" e invejada por muitos. Sua intenção era nunca mais olhar para trás, porém um telefonema muda tudo e a obriga a voltar à Borborema, a fazenda de sua família.

Lá, ela terá que enfrentar muito mais do que inicialmente havia imaginado. Conflitos familiares, medos particulares, um assassinato que de alguma forma pode estar relacionado a ela e um homem que promete abalar as estruturas nada firmes de seu ser. 
Borborema promete envolver e encantar o leitor da primeira à última página.
Autora: Letícia Godoy
Editora: Arwen
 Ano: 2016
Páginas: 433


Olá, leitores. A autora Letícia Godoy havia aberto inscrições para o projeto de primeiras impressões de seu novo lançamento, o livro Borborema, que já está em pré-venda pela editora Arwen. Li apenas os primeiros capítulos do livro, mas posso dizer que é um livro maravilhoso e que estou bem ansiosa para ler o resto da história.

Borborema nos apresenta a advogada criminalista Annabel Magalhães. Logo no início nós presenciamos um de seus casos, o caso de Joana que por anos foi abusada pelo padrasto e sua mãe sequer percebeu a alteração na filha, por conta de estar muito ocupada com o trabalho. Apesar do alerta da filha, a mãe não levou fé e depois de anos que descobriu que era verdade, e então entrou na justiça contra o ex-marido. E Annabel ganhou a causa contra ele.

Annabel é o tipo de pessoa que apesar de ser boa no que faz, vive apenas para o trabalho, não tem nenhum relacionamento e a única pessoa que ela sai (pouquíssimas vezes) e tem amizade é André, seu chefe. 

Após Glória, sua secretária, avisa-la de uma ligação que recebeu e a pessoa, sem identificação, pediu para retornar. Annabel descobre que seu pai está com a saúde muito debilitada, e que sua família quer quer ela retorne à Borborema, a fazenda da família, por uns dias.

Ela fica em dúvida se vai ou não, afinal, anos atrás sua família virou as costas para ela, e ela pensa que a família dela ainda a odeia por um acontecimento que ocorreu há muito tempo. 
Com muito receio, Annabel decide que é hora de voltar à Borborema e resolver as coisas pendentes por lá. Então, com o consentimento de seu chefe, ela passará uma semana na fazenda de sua família.

Eu passei a leitura dessa parte que eu li do livro com muita vontade de saber o por que da Annabel achar que sua família a odeia, e ainda não descobri esse motivo, pois não li o livro todo, mas estou muito ansiosa por descobrir. Tenho em minhas especulações que a personagem deve ter feito algo bem ruim.

Annabel é uma personagem forte e decidida, mas que bem lá no fundo é uma personagem carente e que sente bastante falta da família. O momento de reencontro dela e de seu irmão na rodoviária foi lindo, fiquei apaixonada por aquela cena, tantas emoções, tanto dela, quanto do irmão. Henrique foi um personagem que eu gostei bastante e que deu pra ver que sentiu muita falta da irmã.

A narrativa da Letícia é maravilhosa, leve e fluída, assim como eu pensei que seria. A cada página do livro que passava eu queria mais e fiquei bem triste por não ter lido a história completa. Mas tenho certeza que o resto da história irá me surpreender e que eu irei passar várias horas boas e tensas por Borborema. Estou bem ansiosa para ler o resto do livro.

P.S: Compre o livro e leve vários brindes clicando aqui.


10 comentários:

  1. Ai que linda! Que bom que consegui te despertar tantos sentimentos, posso te dizer que o que vem por aí vai te surpreender bastante e eu espero que seja no bom sentido. A Anna realmente tem essa carência em ser perdoada pelo que fez, mesmo não admitindo e nem se vitimizando.
    É uma mulher forte, mas não tão forte assim. Acredito que você captou muito bem a essência do livro e espero que goste dessa reunião de família!

    ResponderExcluir
  2. Hey, Ana!

    Fiquei bem curiosa com seu post, o livro deve ser bom mesmo.
    Vou querer ler se tiver a oportunidade.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oieee,
    Que legal que você está curtindo a leitura, geralmente não gosto das capas da Arwen, mas essa está muito bonita. Porém não me senti impelida a fazer a leitura da obra.
    Beijooos

    ResponderExcluir
  4. Desconhecia o livro e a autora mas sua ótima resenha me despertou o interesse em experimentar essa leitura. Parabéns!
    P.S. Adorei a capa ;)

    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Pelo que pude ver, mesmo sendo poucos capítulos que você leu, a obra despertou vários sentimentos em você e isso me deixou bem intrigada.
    A premissa é bem interessante e o que mais chamou minha atenção é a profissão de Annabel.
    A capa é linda e adorei saber suas impressões.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ana, tudo bem?

    Menina, tô doida por esse livro. E hoje o preço tá arrasadoooor no site da editora. Só não comprei porque achei o preço do frete um absurdo! :'(

    Beijo

    leitoras inquietas

    ResponderExcluir
  7. Oi!

    Ainda não conhecia este livro, mas se apenas com poucos capítulos você já teve uma ótima experiência de leitura, imagino como será ao ler o livro completo.
    Fiquei curiosa para conhecer mais a fundo esta historia :D

    ResponderExcluir
  8. Oie
    que amor de capa, eu ainda não conhecia o livro mas fiquei curiosa depois da resenha, adorei o enredo, parece ser um livro muito legal

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. então.. na premissa já não gostei muito sabe? me soou meio contraditória essa questão de ''fria e calculista''que logo depois é abalada por um homem no sentido romântico? acho que sei lá, mas só lendo pra saber como realmente foi construído né?

    ResponderExcluir
  10. Olá Ana Carolina, adorei sua impressão sobre esse livro, fiquei morrendo de vontade de saber o que vai acontecer. Vou anotar a dica com certeza. Bjkas

    ResponderExcluir