20 de abr de 2017

Resenha: Enterro Sem Defunto - Daniel Barros

Quantas voltas uma vida pode dar antes que alguém encontre o seu destino? E se pode chamar de Destino a injustiça que se interpõe entre a felicidade de duas pessoas?
Depois do sucesso de seu livro de estreia – O Sorriso da Cachorra –, Daniel Barros expande agora o universo das relações humanas e nos brinda com este eletrizante romance policial. Seguindo uma estética não-linear, que simula o real funcionamento da mente humana, presente e passado se mesclam e interpenetram todo tempo e lançam sobre o leitor, sem qualquer pudor, perguntas que perpassam desde o universo privado da sexualidade de um casal apaixonado até a complexa realidade jurídica de um país lentamente corroído pelo tráfico de drogas e pela corrupção.
Quem é o policial que caminha nas ruas e tenta honestamente reprimir o tráfico de drogas? Uma mera engrenagem na máquina judicial ou um ser humano que passa por cima do mais básico dos instintos – o de sobrevivência – para realizar seu trabalho? E quem é Alcides? Um personagem irreal ou uma síntese de todos aqueles policiais que Daniel Barros conheceu ao longo de sua vida? Quem é Catarina? Uma promotora ficcional ou a síntese do moderno conflito entre vida pessoal e vida profissional que permeia o cotidiano das mulheres?
Partindo da premissa de que o óbvio nem sempre é aquilo que está explicitado, tente você, leitor, responder a estas e a outras perguntas que este livro te fará.
Fernanda Suhet – Escritora e Psicanalista.
 COMPRE O LIVRO CLICANDO AQUI.
Autora: Daniel Barros
Editora: Ler Editora
Classificação: 3.5 de 5 estrelas
 Ano: 2013
Páginas: 239


Enterro Sem Defunto é o segundo livro do autor Daniel Barros, é um suspense policial repleto de emoções.

No passado...
Somos apresentados à Alcides Teixeira, um fotógrafo excelente que por insistência de seu amigo Henry, irá fotografar a festa do filho de Isabelle, que por sinal é uma bela mulher e chama a atenção de Alcides.

Eles acabam por se relacionar e vivem bons momentos juntos, mas tudo muda quando eles haviam programado uma viagem no carnaval para Olinda e Isabelle acaba não indo.

É lá que ele conhece Catarina, uma pessoa que mudará totalmente sua vida. Catarina e Alcides passam o carnaval inteiro juntos e acabam se apaixonando. Mas a dura realidade os fazem voltar para suas vidas normais e descobrirem quem realmente são e os segredos de suas vidas.

No presente...

Somos apresentados à um Alcides que é atualmente policial e trabalha na divisão de entorpecentes.

Leva uma vida dura no dia-a-dia, mas gosta do que faz, nada mais o satisfaz do que prender um traficante.

Fora do trabalho leva uma vida tranquila, divide um apartamento com mais outros dois colegas de trabalho, tem sua vida amorosa, mas nenhuma mulher depois de Catarina o fez se apaixonar.

A vida de Alcides irá mudar completamente depois que ele e sua equipe tentarem prender Sérgio Camaro, um grande político, mas que também é traficante. 

Em Enterro Sem Defunto nós acompanhamos a vida de um policial que mesmo em ínicio de carreira já tem amor por aquela profissão. Mesmo estando há pouco tempo nas ruas, Alcides se esforça ao máximo e coloca muitas vezes sua vida em risco para ter uma missão bem sucedida e mais um traficante preso.

A narrativa do autor Daniel Barros nos traz a realidade nua e crua do que muitas pessoas vivenciam hoje em dia. Muitas vezes acompanhava aquela ação toda e gostava, mas também sentia muita aflição, ficava com medo de que ocorresse algum deslize e tudo fosse por água abaixo.

Alcides é um personagem muito bem construído e muito real, isso foi o que eu mais gostei nele, não é um personagem com características totalmente enfeitadas, é um personagem "humano". 

A narrativa ocorre ora capítulo no presente, ora capítulo no passado, então podemos conhecer tudo sobre a vida de Alcides.

Não irei falar muito sobre Catarina com Alcides, já que não fui muito fã dela, mas a achei bem madura. Gostei de algumas das atitudes delas, concordei com algumas, discordei de outras. Mas dava para ver que a personagem realmente sofria com as condições do casal.

O cenário do livro é maravilhoso, podemos conhecer várias cidades, e até um país diferente, que é Cuba. Adorei quando a narrativa se passou lá, conheci algumas bebidas, comidas, adorei a cultura do lugar. É bom conhecer mais a respeito de lugares diferentes.

Em suma, Enterro Sem Defunto é um livro com muita ação e aventura, mas também com uma dose de realidade e um pouco de romance. Recomendo o livro!




4 comentários:

  1. Eu adoro esses livros que tem um pouco de todas as emoções!
    Não conhecia esse ainda e adorei!!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Fico feliz por ter gostado do livre. Também acho interessante quando o autor nos apresenta um personagem mais real, porque assim nos colocamos no lugar dele com mais facilidade e mergulhamos na história, sentindo o que ele sente. Fiquei curiosa pra conhecer o livro. Dica anotada, haha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana!
    Adorei conferir suas impressões do livro e confesso que adoro o gênero policial. Acho que iria gostar muito dessa leitura e então vou deixar ela anotada aqui. Obrigada pela dica.

    beijinhos!

    http://leiturize-se.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o autor, a primeira vez que ouvi falar sobre ele foi aqui no seu blog, e me interessei muito pelas obras dele, parecem realmente muito interessantes. Adorei a resenha. Espero ter a oportunidade de ler as obras do autor. Beijos.
    www.v3rsosdaalma.blogspot.com

    ResponderExcluir