20 de jan de 2015

Resenha: Willow - Julia Hoban

Sete meses atrás, em uma noite chuvosa de março, os pais de Willow acabaram bebendo muito durante o jantar e pediram a ela que guiasse o carro até em casa. Por uma fatalidade, Willow perdeu o controle do veículo e seus pais morreram no acidente.
Consumida pela culpa, Willow deixa para trás sua casa, amigos e escola e, enquanto tenta retomar a
relação de afeto e companheirismo com o irmão mais velho, secretamente bloqueia a dor da perda
cortando a si mesma. Mas quando Willow encontra Guy, um rapaz tão sensível e complexo quanto ela,
mudanças intensas começam a acontecer, virando seu mundo de cabeça para baixo.
Contado de modo cativante e doce, Willow é um romance inesquecível sobre a luta de uma jovem para
lidar com a tragédia familiar e com o medo de se deixar viver uma linda história de amor e cumplicidade.

Autor: Julia Hoban
Editora: LeYa
Classificação: 4 de 5 estrelas
Willow é um livro com um tema não muito abordado em livros, mas que acontece com muitas pessoas hoje em dia, que é a automutilação.

Willow tem 16 anos e perdeu seus pais recentemente em um acidente, mas o problema é que ela se culpa por isso. Enquanto eles estavam bêbados, pediram a sua filha de 16 anos com apenas uma carteira provisória para dirigir para eles, mas o problema é que Willow acabou por perdeu o controle do veículo, e ela foi a única que saiu viva.

Agora ela mora com seu irmão mais velho, David, que a culpa por ter matado os seus pais, não em palavras, mas ela consegue sentir isso. E também mora com a mulher dele, Cathy, uma pessoa super amável e que a trata da melhor maneira possível. David e Cathy tem uma filha, Isabelle, os dois nunca deixam Willow sozinha com Isabelle, pois tem medo de que ela possa fazer alguma coisa com a pequena garota, mas isso é o que Willow pensa, ela ainda não sabe o que ambos pensam.

Willow vê a mutilação como uma forma de "transportar" aquela dor que ela sente para alguma parte do corpo, e faz isso a todo momento que lembra de seus pais. Só que surge uma pessoa que descobre tudo, e esse é Guy, um ótimo garoto e que ameaça à contar ao irmão de Willow se ela não parar, mas ele não tem coragem de fazer e Willow não para. É a partir daí que ele tenta ajudar Willow e os dois viram ótimos amigos.

Não posso dizer que o livro é pesado e contém cenas fortes, o livro contém cenas de Willow se automutilando, mas não é aquilo que você fica assustada e horrorizada ao mesmo momento, mas você fica com uma certa apreensão em relação a isso. Eu senti na pele tudo que estava acontecendo com ela, até por que, perdi meu pai em agosto do ano passado e sei o quanto dói, imagina você perder seu pai e sua mãe em um acidente em que cujo condutor é você, seria muito triste e a maioria das pessoas iriam se culpar. Eu gostei bastante da amizade de Guy e Willow, mas achei um tanto clichê a história deles dois.
Contudo, Willow é um livro ótimo, com um tema muito atual e que eu gostei bastante de ler. Super recomendo o livro!

20 comentários:

  1. Oi Ana! Ganhei o e-book desse livro da Leya, esqueci de ler ._. Acho que vou começar a ler agora mesmo! Nunca li nada sobre automutilação e o tema me deixou bastante curioso *-*

    Parabéns! Ótima resenha!

    Abs,
    Jhonatan.

    http://leiturasilenciosaoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Achei esse livro muito legal, nunca tinha ouvido falar, mas acho que vou gostar! Esse tema precisa ser mais abordado em livros...

    Beijão, www.opinada.com

    ResponderExcluir
  3. Oii Ana, tudo bem?
    Ouvi falar muito bem do livro, capa linda que chama atenção, sua resenha me deixou com vontade em ler haha
    Espero sua visita em Doce Literário *-*
    http://www.doceliterario.com/

    ResponderExcluir
  4. Nossa a história dessa garota é muito boa, o fato dela ter se consumido pela culpa e só uma amor para curar gosto muito desse tipo de livro...
    Abraços: D
    http://www.umcontoliterario.com/

    ResponderExcluir
  5. Olha amiga a uns tempos atrás estava querendo muito comprar esse livro, mas depois passou o tempo eu acabei nem pegando ele. Espero ainda ter a oportunidade de ler, pois todos tem falado muito bem dele. Eu não sei, ainda estou com um pouco de receio, mas mesmo assim eu vou conferir a leitura assim que puder, porque pela sua resenha eu acabei ficando bastante curiosa com os acontecimentos e espero que seja uma história muito boa viu?! hehehehe...Enfim...Parabéns. Saudades de ti linda. Espero que esteja bem.

    Se cuida

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Uma história triste, mas passível de acontecer com qualquer um de nós. Me interessei e já vou colocar na minha lista de livros!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    Instagram @blogresenha

    ResponderExcluir
  7. Já tinha lido uma resenha sobre esse livro há um tempo, mas não lembrava o nome dele... qndo li o resumo aqui é que acendeu a luz. realmente, é uma temática que não é muito abordada em livros assim. Só posso imaginar a culpa que a menina sentiu, com certeza ela deve ter se achado responsável... Achei bem interessante, e confesso que fiquei curiosa pra saber o final dessa história!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha parece ser um livro realmente ótimo !
    Irei procurar para comprar
    Beijos
    http://focadasnoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia esse livro, mas pela resenha parece muito bom! Gostei muito da capa :)

    http://colorful-mushrooms.blogspot.com.br/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  10. A premissa do livro parece ser muito boa, assim como a ideia em geral. Não conhecia o livro, mas fiquei bastante curiosa.

    Beijos!
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Ainda não conhecia o livro, mas parece ser um história interessante e triste. Fiquei curiosa :)
    Adorei a resenha!
    Beijos

    minhasecretapoesia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    A capa desse livro sempre havia me chamado atenção. Mas aiinda não tinha lido nehuma resenha sobre ele.
    O enredo parece ser muito bom. Fiquei curiosa com a história, principalmente para saber como a protagonista supera tudo isso.
    Adorei a resenha.
    Beijos

    >> Concorra a um vale presente de R$ 50,00 e R$ 20,00 na promoção 2015 da Sorte. Não fique fora dessa!<<
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  13. Gostei da resenha Ana. Não conhecia o livro, mas achei a premissa bem interessante. Se tiver a oportunidade, pretendo lê-lo. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  14. Nossa, não conhecia o livro mas me deixou muito curiosa! A capa é linda e isso me chamou bastante a atenção. Nunca li um livro cujo o assunto seja a automutilação, então acho que esse vai ler o primeiro. Espero poder ler em breve.
    Beijos!

    http://our-constellations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi, Flor! Tudo bom?
    Adoro a capa desse livro, sempre me pego namorando quando cruzo com ela, e pelo que me lembro gostei da história, agora vou reviver um pouquinho desse sentimento lendo sua resenha.
    No fim entendo o sentimento de culpa dela, acho que até eu me culparia por ser a única a sobreviver no acidente de carro. Acho que essa culpa silenciosa é a pior, deve ser horrível estar em um clima assim com seu irmão, ir morar com ele e sua família, e sentir que todos se mantem afastado por achar que algo possa acontecer.
    Sinto muito pela perda de seu pai, sei o quanto dói alguém que amamos partir, então acho que o livro causou grande emoções em você. Tenho certeza que essa é uma história que toca cada um, querendo ou não. O livro não precisa ter cenas fortes e detalhadas, mas só o fato da automutilação estar presente, já é pesado o bastante. Adorei sua resenha e principalmente sua sinceridade, ao compartilhar algo tão profundo!

    Beijinhos,
    www.percepcoes.blog.br

    ResponderExcluir
  16. Vi sua resenha hoje mais cedo, pensei "vou ler depois que chegar do shopping", fui numa livraria, vi esse livro e pensei "devia ter lido a resenha." haha Fiquei curiosa! Beijos, Jú
    docurailusoria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Oi, Ana! Eu tinha lido uma resenha não tão positiva a respeito desse livro e havia desistido de lê-lo, mas agora sua resenha me deixou com vontade de ler ele! rsrs Ótima resenha! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Eu já perdi a conta de quantas pessoas já me indicaram a leitura desse livro. Quando estava sendo lançado, eu ainda tentei encomendar na livraria da minha cidade, mas nunca chegou. Quero muito ler ):

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bem?
    Esse livro chamou minha atenção desde a primeira resenha que li sobre ele, mas não sei se é o momento certo para eu ler um livro com essa temática, ele parece sim ser um tanto forte para mim.
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Primeiro amei essa capa é muito linda. Não conhecia, mas gostei dele através da sua resenha.
    http://pensamentosdefabs.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir