24 de jan de 2015

Resenha: É Melhor Não Saber - Chevy Stevens

Sara Gallagher nunca sentiu que pertencesse de verdade à sua família de criação. Embora sua mãe seja amorosa e gentil e ela se dê bem com sua irmã Lauren, a relação com o pai e a irmã caçula, Melanie, sempre foi complicada.
Às vésperas de se casar, Sara decide que está pronta para investigar o passado e descobrir suas origens. Mas a verdade é muito mais aterrorizante do que ela poderia imaginar. Sara é fruto de um estupro, filha do Assassino do Acampamento, um famoso serial killer.
Toda a sua paz acaba quando essa história é divulgada na internet e o pai que ela anteriormente queria conhecer resolve entrar em sua vida de forma avassaladora. Eufórico com a descoberta de que tem uma filha, John vê nela sua única chance de redenção. E, para criar um vínculo com Sara, ele está disposto a tudo, até a voltar a matar.
Ao mesmo tempo, a polícia acredita que essa é sua única chance de prender o assassino e resolve usá-la como isca. Então Sara se vê numa caçada alucinante, lutando para preservar sua vida e a de sua filha.
É melhor não saber é um complexo retrato de uma mulher tentando entender suas origens. Uma história cheia de reviravoltas, na qual ninguém é completamente bom ou mau.

Autor: Chevy Stevens.
Editora: Arqueiro.
Classificação: 2 de 5 estrelas.


É Melhor Não Saber conta a história de Sara uma garota que foi adotada e que hoje já é uma mulher de 34 anos, ela é noiva de Evan e a data do casamento está quase chegando, mas ainda não tem quase nada preparado. Sara é mãe de Ally, fruto de um namoro dela antigo, mas Evan trata a criança como se fosse pai dela.

Depois de anos querendo saber sobre sua família biológica, Sara contrata Tom, um detetive particular para investigar mais sobre sua mãe. É aí que ela descobre que sua mãe é Julia Larroche, mas esse não é o seu verdadeiro nome, seu verdadeiro nome é Karen Christianson. Ela tenta de todos os modos se aproximar de Karen, mas não consegue, Karen quer mais que ela Sara fique longe dela.

É aí que Sara descobre que foi vítima de um estupro. Sua mãe biológica Karen foi a única mulher que sobreviveu ao Assassino do Acampamento. Um cara que só ataca em acampamentos todos os verãos e nunca deixa uma vítima escapar e nunca estrupa mais de uma. Mas Karen foi uma exceção, ela conseguiu fugir, mas Sara foi vítima de tudo isso.

É aí que John, seu pai biológio, o Assassino do Acampamento, descobre ela e começa a telefonar para ela direto. Sara assustada, fala com a policia e a partir daí, por meio dos telefonemas, eles tentam caçar o Assassino do Acampamento.

Eu sinceramente, odiei esse livro, esperava uma coisa para o final e sinceramente me aparece outra completamente diferente. Eu achei que Sara poderia dar uma chance ao seu pai, pois ela consegue ver que ele tem um problema de controle. Okay, ele estuprou várias pessoas e muitas pessoas poderiam achar que ele merece coisa pior ou parecida com a morte, mas e se eles apenas ajudassem ele e internasse ele numa clínica, seria bem diferente. Sinceramente, esperava um final feliz para John, mas não é isso que temos no livro.
Outra coisa também, os acontecimentos do livro é mega arrastado. A maioria dos acontecimentos são repetitivos  e só lá pro finalzinho que temos bastante ação, mas que realmente não vale de nada. Eu sinceramente, não recomendo o livro!

18 comentários:

  1. Nossa que tenso o livro em, acho que eu também tentaria ajudar.
    Sexo, Fraldas e Rock'n Roll

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo joia?
    Adorei a resenha, não conhecia a obra, e pelo que vi você não curtiu muito o livro haha, e acho que não leria ele

    Beijos
    intoxicadosporlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi
    Confesso que é a primeira vez que conheço o livro.
    Que pena que não gostou. Eu até gostei da sinopse e resenha.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Sem nem mesmo ler sua opinião final já não tinha
    gostado do tipo do livro rsrs. Tão clichê, mais do mesmo.
    Mas a vida é assim, livros bons e ruins esperando para serem lidos ;)

    Beijinhos.
    http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br/2015/01/tag-livros-emocoes.html

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Não é o meu estilo favorito, achei até um pouco violento, enfim, não o leria. Ótima resenha!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Que pena que você se decepcionou com o livro, porque pela sinopse parece ser minimamente interessante.

    - Olá! Você foi escolhida por ter um blog muito lindo e fofinho
    retribua a gentileza clicando aqui (siga e comente): aguardandoocamaleao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Mão conhecia o livro, adorei o contexto dele. Acho que leria =)
    Bjim!
    Tammy
    LivreandoFacebook

    ResponderExcluir
  8. Nossa que tendo esse livro, eu não conhecia ele. Mas fiquei curiosa para saber o que ele faz, o pai dela biológico parece ser um psicopata

    ResponderExcluir
  9. Caramba! Só a capa deste livro já me deixou louca para ler. Depois da sua resenha tive mais certeza ainda.
    Adorei seu blog! Muito bem organizado e criativos nas postagens.
    Sucesso!
    Beijo,
    Vitoria
    P.S: Vem conhecer minha web novela! Já está no 2º capítulo! "Caso 54 - Tales, até onde o amor pode te levar?"
    http://lonelyfireflies.blogspot.com.br/p/web-novela.html

    ResponderExcluir
  10. Existem coisas que é realmente melhor não saber. Não conhecia o livro, a premissa é muito interessante e me deixou realmente curiosa pela leitura. Uma pena que o livro não funcionou para você, gostei da sua resenha, nem sincera, mas acho que daria uma chance à história.

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  11. É a primeira vez que vejo sobre esse livro. Uma pena que você não tenha gostado. Não leria porque não é o gênero que eu gosto.

    http://blogquerida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Confesso que não conhecia esse livro ainda. Mas que pena que você não gostou da leitura e esperava um outro final para a história... odeio quando isso acontece!
    Não sei se leria esse livro, viu? :(

    Beijos,
    http://leitoraonline.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Poxa, eu estava amando a sinopse, pronta para colocá-lo em minha lista, mas acho que vou analisar melhor antes de comprá-lo. Beijos
    http://chuvacobertaelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Achei muito tenso esse livro. Nunca tinha parado para ler a sinopse realmente e nem tinha lido uma resenha. Pena que a história seja arrastada mas, mesmo assim, acho que vou dar uma chance porque o tema me deixou bastante intrigada e curiosa.

    bjs.

    www.booskandmuchmore.com

    ResponderExcluir
  15. Aaaaahhhh, eu sou (era?) louco para ler esse livro :/

    Não sabia que tinha um final tão... tão "assim" :c

    Mesmo assim, acho que vou dar uma chance, quero conhecer a história de John e de Sara, quem sabe eu goste? Mentira, duvido, já sei que não vou gostar mesmo </3

    Mas, parabéns pela resenha! Adorei a sinceridade!

    Bjs e abs,
    Jhonn.

    http://leiturasilenciosaoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Caramba!!!Parece ser uma história e tanto!
    Parabéns pelo trabalho Ana,ficou muito bom!
    estantejovem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Olá Ana,
    Bom, apesar da sua opinião negativa com respeito ao livro, estou totalmente interessada no livro, e pretendo lê-lo futuramente haha, espero gostar mais que você.
    Adorei o blog, seguindo, bjos

    http://veiasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Quando li a Sinopse Ana fiquei tipo: Esse Livro deve ser muito bom, mas pela a sua resenha parece que não! Mesmo assim eu daria uma oportunidade, a história realmente me chamou atenção e agora que eu sei que nada acontece como nós esperamos, poderia ler com um pensamento de cuidado! Sem expectativas sabe!?
    Eu gostaria de saber como tudo termina!

    Beijos e até logo! ^^
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir