4 de nov de 2014

Entrevista #1: Ana Oliveira

Estreando a coluna de entrevista, temos nossa querida autora parceria Ana Oliveira, autora do livro Lembranças Perdidas, você pode conferir a resenha do livro dela clicando aqui. Antes de começar a entrevista, vamos ler a sinopse do livro dela:
E se você acordasse em lugar desconhecido? Se as suas últimas lembranças estivem perdidas? Se fosse presa e se apaixonasse pelo seu algoz? Se ele escondesse um terrível segredo do seu passado que mudaria tudo? Se tudo o que você acreditasse não passasse de uma ilusão? No Brasil colonial, Cecília Fontaine, uma jovem da elite cafeeira, acorda em lugar desconhecido sem se lembrar dos últimos anos. Ela é prisioneira na casa do duque de Vila Nova. Enquanto junta as peças do seu passado Cecília se apaixona pelo seu algoz, que esconde um grande segredo.
Agora vocês podem ler o meu bate-papo com a autora para vocês leitores aqui do blog.

 1) Me conte quem é Ana Paula Oliveira, queremos saber mais sobre você.
 Eu sou uma menina com um pé no mundo da fantasia e outro na realidade, me identifico com a Alice no País das Maravilhas. Existe um lado meu muito forte que é o da profissão que eu escolhi. Decide ser médica por amor, tenho vontade de abraçar o mundo e fazer o meu melhor para ajudar os que sofrem, eu sou apenas uma gota no oceano, mas o oceano nada mais é do que uma porção de gotas. Acredito com cada célula do meu corpo no amor universal.

2) De onde você tirou a inspiração para escrever "Lembranças Perdidas"?
Tudo começou quando fui apresentada ao livro "E o vento levou..." A história de amor e ódio entre os protagonistas me fascinou. Até que eu li Orgulho e Preconceito da minha querida Jane Austen, confesso que a minha protagonista Cecília Fontaine tem muito dela, pois ela é à frente do seu tempo, não aceita as regras impostas pela sociedade e é claro deseja se casar somente por amor. Quanto à temática principal da amnésia, foi um tema que sempre me intrigou, não poderia deixá-lo de fora.

3) É difícil escrever um livro com a personagem principal com amnésia?
Sim. Porque a história precisa de uma coesão. Porque no momento que ela retoma a memória, todas as peças precisam se encaixar. Por isso eu tive uma atenção redobrada ao escrever.

4) Quais são suas dicas para quem gosta de escrever livros do gênero? 
 Ler todos os livros da diva Jane Austen, são belíssimos e trazem muitos ensinamentos. Além de assistir filmes da época, contribui muito para se sentir no século XIX.

5) Pretende publicar o seu livro com alguma editora?
 No momento não tenho planos, o mercado de autores brasileiros embora tenha aumentado bastante ainda requer muito tempo e investimento. No momento, como estudante de medicina, é inviável para mim. Mas futuramente pretendo investir mais nesta área, pois as histórias nunca fogem de mim, por mais que eu insista (risos).

6) Quais são as novidades que você tem como autora para 2015?
 Para 2015 gostaria muito de fazer uma pequena tiragem do livro físico. Quanto a novos livros, várias ideias já estão desesperadamente querendo sair da minha mente e ir para o papel.

7) É difícil ser autora independente? Conte-me mais sobre.

Tem seu lado positivo, porque o investimento é mínimo e no meu caso que não tenho renda, pois mão trabalho (meu curso é integral) foi a melhor solução, porém não tem a visualização do que uma editora mesmo que fosse paga teria. Devo salientar que com a ajuda dos blogueiros se tornou muito mais fácil à divulgação, deixo meu agradecimento aqui para todos vocês.

8) Obrigada pela entrevista. Desejamos muito sucesso para você!Eu que agradeço pelo espaço e desejo muita sorte ao blog Aninha. Beijos para você e seus leitores.
Para quem quiser mais informações: Facebook - Ana Paula de Cassia Oliveira


Espero que gostem da entrevista, a Ana é uma fofa e eu agradeço muito pela entrevista. Beijos!

8 comentários:

  1. Oi, Ana!
    Adorei a entrevista.
    Muito legal ela decidir ser médica e escritora. Desejo muito sucesso.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  2. Olha primeiramente tenho que confessar que gostei bastante da resenha do livro da autora, mas é uma pena não ser em livro físico, porque ainda não sou muito fan de ler em ebook, mas mesmo assim me atraiu bastante para ler.
    Outra coisa é que sua entrevista com a autora está ótima.
    Gostei de algumas coisas que ela falou sobre o livro e também de sua futura profissão.
    A gente nunca imagina o que uma pessoa vai ser mesmo sendo escritora, mas mesmo assim acho bastante bacana e desejo muito sucesso para autora.
    Que venha muitos livros pela frente e que eu tenha a oportunidade de ler seus livros físicos hehehehe....

    Se cuida minha querida

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Bem legal a entrevista, e muita força de vontade dela ser médica e escritora ao mesmo tempo. Sucesso pra ela e pra você
    estou seguindo seu blog, uma fofura.
    Beijos, Tabatha
    http://aproveiteolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana!
    Que legal a entrevista! Não conhecia o livro, mas gosto de saber mais sobre o autor antes de ler.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  5. Adorei a entrevista, sempre é bom conhecer novos autores e a Ana parece ser realmente uma fofa.
    Bjim!
    Livreando

    ResponderExcluir
  6. Adoro entrevistas com autores(as) é bem legal conhecer melhor!!
    Adorei!!
    sckittyworld.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá! Adorei a entrevista e adorei ainda mais conhecer mais sobre a autora que não conhecia! Sucesso para ela!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia a autora, mas essa entrevista foi uma ótima oportunidade. Adorei a sinopse do livro dela, me deixou muito curiosa. Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir