25 de nov. de 2019

Resenha: Molly - Colin Butcher

Quando um ex policial teve a ideia de criar uma agência para procurar por animais desaparecidos, ele percebeu que precisava de ajuda. Então viu uma foto num site de animais para doação e seu coração disparou. Elétrica e cheia de energia, ela havia sido abandonada pela terceira vez. Colin ficou apaixonado e os dois se tornaram inseparáveis.
Esperta, ágil e obstinada, Molly estava pronta para uma missão maior do que eles podiam sonhar.
Com treino, aquela que era considerada uma cadela rebelde e incontrolável, logo a tornou uma super detetive e não demorou para que a dupla começasse a resolver casos de desaparecimentos e furtos por todo o país.
Desde a busca por Pablo, o gato ruivo sequestrado, sobreviver à picada de uma cobra, até desenterrar um tesouro de joias roubadas em uma floresta, Molly é protagonista de inúmeras aventuras emocionantes, que ultrapassam a solução de casos, porque contam divertidas e emocionantes histórias de amor.

Autor: Colin Butcher
Editora: Faro Editorial
Classificação: 4 de 5 estrelas
Ano: 2019
Páginas: 222




Em Molly nós iremos conhecer o detetive Colin e sua cachorrinha Molly.

Colin sempre fora apaixonado por animais, agora trabalhando como detetive policial, eis que lhe surge uma ideia: fazer resgate de animais.

Como ele já trabalhava nesse meio e já era requisitado para fazer resgate de animais. Ele decidiu que se sairia melhor com um cão farejador, só que o cão teria que ser devidamente treinado para não confundir o cheiro do animal que sumiu com o de outros animais.

É então que ele recorre a um lugar especializado em treinamento de animais. Eles acharam a ideia de Colin incrível, então decidem ajudá-lo.

Não é uma tarefa nada fácil, pois ele ainda terá que achar um cão com o olfato bem aguçado, e ele faz uma exigência: O cão deveria vir de um abrigo. A busca é longa, alguns animais são testados, porém sem nenhum sucesso.

Quando estava quase todo mundo desistindo, é então que surge a arteira Molly, uma cadela da raça Cocker Spaniel. Eles já sabiam que iriam ter bastante trabalho ali, já que Molly foi rejeitada por várias famílias por ter um temperamento mais difícil. Mas mesmo assim eles insistem, até obter o resultado desejado.

As pessoas ficam bem céticas em relação a uma cadela ser uma detetive de animais. Mas quando o primeiro caso é solucionado e mais pessoas vão sabendo a respeito, Colin e Molly vão sendo reconhecidos e ficando famosos na Inglaterra.

O livro vai contando a trajetória de Colin desde o comeco, acompanhamos o encontro dele com Molly, o treinamento, o medo de tudo dar errado e até o relacionamento entre Molly e Sarah, a namorada de Colin.

Vamos acompanhando também os vários casos que eles solucionam, uns acabam bem e outros nem tanto, já que algumas vezes ocorre o receio do animal não ser encontrado com vida.

Confesso que eu adorei acompanhar cada caso e cada detalhe da vida deles. Por ser um livro praticamente biográfico, eu fiquei com receio de ficar um pouco maçante em algum momento, mas a narrativa do Colin nos envolve de um modo incrível, nos fazendo ficar grudados no livro e curiosos para saber mais a respeito da vida deles.

Hoje em dia Colin e Molly já solucionaram vários casos por toda a Inglaterra, é muito bom saber que mesmo com tantos receios e tantas dúvidas, eles conseguiram vencer todos os obstáculos. No final de tudo, não desistir e continuar insistindo naquilo que você mais quer, é a peça chave.

Deixo aqui a dica de um livro super gostoso e fluído, com uma história incrível e uma cadelinha maravilhosa!


15 comentários:

  1. Olá Ana,

    Esse livro parece ser lindo demais. Como tem animal, já tenho certeza que vai mexer com o meu coração, sou muito boba com eles. Deve ser muito interessante acompanhar desde a adoção da Molly, seu treinamento, até seus casos, deve ser uma sensação de "tudo deu certo". Vai para a minha listinha!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Já pressinto que vou chorar com esse livro. Quando se trata de seres tão amáveis e inocentes como os animais, eu fico bem mais sensível. De qualquer forma, já quero este livro! Parece ser ótimo.

    Beijos,
    Isa Gomes

    ResponderExcluir
  3. Quero muito conhecer o trabalho do Colin, conheço o autor por conta da editora mas nunca li nada dele, acredita? Sua resenha está maravilhosa, me atiçou ainda mais pra leitura.

    ResponderExcluir
  4. Amo livros com animais. E esse me pareceu ser daqueles bem emcionantes. Adorei a dica.

    ResponderExcluir
  5. Já quero esse livro! Sua resenha me deixou com muita vontade de acompanhar a trajetória do Colin e da Molly, penso que vou me emocionar com essa leitura! Dica anotada, obrigada.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Adoro histórias com animais. Só me diz uma coisa: ela não morre, né? Se isso não acontecer, eu leio de boa. Adorei a capa do livro tbm.

    ResponderExcluir
  7. Ah, gente! Que enredo mais lindo e cativante o dessa obra! Gostei muito de saber a cachorrinha Molly e o seu detetive rs', irão ser protagonistas de inúmeras aventuras envolventes e emocionantes, que ultrapassam a solução dos casos da agência. Além de contar com divertidas e emocionantes histórias de amor. Muito bom!

    ResponderExcluir
  8. Nossa que enredo interessante, acho que não li nenhum livro com essa temática recentemente. Adorei sua resenha e indicação.

    ResponderExcluir
  9. Oi! Ai, eu sempre evito ler livros de animais, porque acabo com o coração partido rs. Mas gostei tanto da premissa desse. Parece uma fofura e cheia de aventuras. Já fiquei doida pra saber como Molly vai se sair como uma boa detetive rs. Amei. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem? Acho bem legal enredos que trazem histórias de bichinhos, ainda mais quando eles fazem tanta diferença na vida das pessoas. Um dos que mais gosto é Quatro vidas de uma cachorro. Sempre choro com essa história. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  11. Oi, Ana! Que história lindinha! É de pegar no coração, né? Pelo menos é assim que me sinto quando leio e/ou assisto.a adaptações que envolvam histórias como a que mencionou aqui. Essa eu não conhecia. Parabéns pela resenha! bjsss

    ResponderExcluir
  12. Tenho faco por livro com animais, apaixonei pela cachorrinha da capa, já quero ler a história.

    ResponderExcluir
  13. Oiee, adoro livros que tenham esse personagem especial.O primeiro que li, chorei horrores. Já quero conhecer essa cachorrinha fofa, bjs.

    ResponderExcluir
  14. Oiii tudo bem???

    Então, fiquei super curiosa dessa história, sou parceira da editora, mas acredita que odeio histórias de cachorro e não te atrevi a ler.
    Legal que tenha gostado,e melhor ainda que não é daquelas que o cachorro morre no final.
    Adorei a resenha
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  15. Só quem tem animal sabe o quanto o amor é grande por esses bichinhos. Perder um animal deve ser horrível. Fiquei curioso pela história.

    ResponderExcluir