16 de set de 2017

Resenha: Copas - Dan Castro

A vida parece um grande jogo de desilusão.
E, por que não dizer, de perseguição.
Samantha, não está em sua melhor fase. Além da perda repentina da mãe, devido a um acidente de carro, seu pai agora namora a mais severa de suas professoras. Como se não fosse suficiente, seu namorado decide terminar a relação. Ela, então, se vê forçada a vê-lo feliz com outra garota enquanto sofre em silêncio.
Sam tem o apoio de seus melhores amigos, Tina e Erick, para lutar contra a dor e o pessimismo. Contudo, ela ganha uma nova distração quando novos vizinhos mudam-se, às pressas e no meio da noite, para sua pacata rua. Intrigada, ela passa a investigá-los e descobre que a bagagem deles inclui mistério, morte e uma razão mais profunda sobre a repentina mudança para aquele lugar. Afinal, nas ruas mais calmas se escondem os mais obscuros segredos.

Autor: Dan Castro
Editora: Novos Talentos da Literatura Brasileira
Classificação: 3.5 de 5 estrelas
Ano: 2016
  Páginas: 416

 


Em Copas nós temos 4 personagens principais: Samantha, Felipe, Tina e Erick.

Eles sempre foram o tipo de amigos inseparáveis, qualquer programa os quatro faziam juntos.

Mas também não era para menos, Tina namora com Erick e Samantha namorava com Felipe. Isso mesmo, namorava.

Felipe deu um belo fora em Samantha, falando que não a amava mais e uma semana depois apareceu com uma namorada, que por sinal era extremamente insuportável.

Sam sempre sofreu muito durante sua vida, ela perdeu sua mãe ainda quando era pequena em um acidente de carro. Enquanto ela, seu pai e sua mãe voltavam de uma festa de família, um casal voltava de uma outra festa extremamente bêbados e acabaram batendo no carro em que Sam estava, ela e seu pai sobreviveram, porém sua mãe não teve a mesma sorte.

Ela não consegue aceitar que Felipe a largou e apareceu com outra logo em seguida, ela ainda amava ele e não estava nada fácil esconder seus sentimentos, mas tudo que ela poderia fazer, além de ser rude e ignorante com ele, já que o quarteto ainda estava junto, era esconder seus sentimentos.

Enquanto Tina e Samantha voltavam de um encontro com os amigos na lanchonete, viram que a casa que estava desocupada há anos na rua deles (sim, todos eles moravam na mesma rua) está finalmente sendo ocupada. Só que o estranho é que é de madrugada e eles parecem estar bem apressados para se mudarem logo, como se quisessem esconder que estavam ali.

No mais tardar eles descobrem que ali vivem Diana, Liz e Marcos, o problema é que aquela família tem um segredo grande e obscuro escondido de todos.

Diana está estudando na mesma sala que o quarteto, Sam se aproxima de Diana quando sua professora a pede para ela fazer dupla com a menina para a realização de um trabalho. Sam vê que talvez estavam equivocados a respeito daquela garota, ela é simpática, tem um jeito diferente, mas mesmo assim parece ser bem legal.

O problema é quando o professor de Adônis é atacado na escola e ele tem certeza que quem fez aquilo foi Diana, ele está convicto que sua aluna tentou mata-lo, já que no primeiro dia de aula dela ele foi bastante rude.

Só que os acontecimentos estranhos não param por aí, Sam vê que no carro do seu pai está riscado a palavra “PRÓXIMA”, com a mesma caligrafia que escreveram no carro do Sr. Adônis antes dele ser atacado.

Sam vê aquilo como uma ameaça para sua vida, então ela e seus amigos começam a investigar a família de Diana para saberem se realmente é aquela família que trouxe tormenta para a vida deles.

Copas é um livro de suspense, superação e drama. Temos o suspense todo envolto do que vêm acontecendo na vida dos amigos, a superação de Sam sobre a morte de sua mãe e o término com Felipe e o drama familiar que envolvem todos os quatros, nenhuma das famílias são perfeitas, nem mesmo a de Felipe, que todos julgam ser mil maravilhas.

Pelo menos desde a metade do livro já se torna claro quem é que está provocando todos aqueles acontecimentos, mas o problema é o porquê daquela pessoa estar fazendo aquilo tudo, já que para nós aquela pessoa não conhecia ninguém naquela cidade.

Confesso que me surpreendi bastante com a explicação do autor, cogitei algumas evidências, mas não passei nem perto da verdade. Foi realmente bem inesperado, me pegou de surpresa.

Sam durante o livro tirando Felipe têm mais dois pretendentes, o problema é que o que eu mais torcia para ela ficar, ela não dava nem bola, por isso acabei não gostando da escolha dela no final, esperava outra coisa. Poxa, Sam! 

Felipe é um personagem que eu detestei do começo ao fim, as atitudes dele me deixava extremamente agoniada, achei o personagem super infantil e inconsequente, apesar dele ter razão em ter terminado o namoro com Samantha. Ambos eram bem imaturos e brigavam direto, isso foi desgastando o namoro deles. Mas não é motivo para uma semana depois ele aparecer com uma nova namorada.

Tina e Erick são personagens que eu não tenho que reclamar, eles são extremamente oposto um do outro, ela popular e ele um geek, mas mesmo assim há bastante harmonia entre o casal, e eu adorei isso!

Thais, a atual namorada de Felipe é um nojo, detestei aquele garota o livro todinho, me dava ranço quando a personagem aparecia, Deus me livre, espero que ela não esteja presente nos próximos livros.

O autor tem uma escrita maravilhosa e a narrativa dele é super fluída, a cada página que vamos lendo dá vontade de ler mais, tudo para descobrir o mistério que envolve aquela família e os últimos acontecimentos.

A diagramação do livro é simples, as páginas são amareladas e a letra está em um bom tamanho para a leitura. Confesso que adorei essa capa, mas no inicio fiquei bem intrigada com ela.

Esse é o primeiro livro da série Naipes, apesar desse livro nós termos visão a respeito da história de todos os personagens durante a narrativa, os próximos serão dos outros personagens: Tina, Erick e Felipe.

Estou bem ansiosa para os próximos livros e saber se terá mais mistérios nos cercando durante essa série.

Quem gosta de um livro de suspense com uma boa história e explicação Copas é um livro recomendado, tenho certeza que irão gostar!








9 comentários:

  1. Oi tudo bem?
    Sabe quando você termina uma resenha se corroendo de curiosidade para saber quem é o tal suspeito? Pois bem terminei a leitura da sua assim preciso do livro agora hahaha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi,
    Tudo? Não conhecia livro nem autor mas confesso que despertou um pouco de minha curiosidade.Gostei dessa brincadeira que o autor fez com os naipes do baralho para um livro de mistério acho que foi uma sacada bem criativa.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Nossa, não conhecia este livro, mas parece ser uma ótima história. Como sou fã de um mistério, já sei que vou curtir.

    Beijos,
    Duas Livreiras / SORTEIO de vários kits de livros

    ResponderExcluir
  4. Eu não conhecia o livro e a capa também me deixou curiosa. Achei uma proposta bem diferente e ainda não sei se eu iria gostar da leitura, fiquei meio na dúvida e quando acontece isso eu prefiro dar um tempo e só depois tentar ler.

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Nossa que mistério que ronda essa história hein. Gostei disso, além de trazer vários elementos em segundo plano. Não conhecia o autor, nem o livro, mas fiquei bem interessada. Sua resenha está ótima!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oiii!

    Eu não conhecia a obra mas já fiquei interessada depois que ler sua resenha, estou super curiosa! Eu acho muito bacana quando não conseguimos acertar no final, mostra que é um livro supreendende! E pela sua resenha, já não curto alguns personagens SHUAHSUAHS.

    Dica anotada!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Eu gostei da mistura de drama com suspense. Mas tenho que dizer que os personagens, pelo o que você falou, não me cativaram. O Felipe parece ser o pior deles. Gosto de personagens mais marcantes.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Não entendo esses caras que aparecem de namorada nova em tempo recorde... E gente, tinha mesmo que ter triângulo amoroso com a Sam? Não curto. :( Gostei do mistério, de qualquer maneira. E esse "próxima" no carro ia me deixar desesperada... Hehe...

    ResponderExcluir
  9. Oi Ana,
    Adoro livros que prendem e que são do gênero de Suspense. Achei a capa linda e ao ler a sinopse não achei que eu gostaria do livro. Sua resenha foi muito boa e me deixou com vontade de conhecer o livro.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir