13 de fev de 2017

Filme: Austenland

Com mais de 30 anos de idade, Jane Hayes (Keri Russell) não consegue encontrar um namorado, porque nenhum homem lhe parece à altura de seu grande ídolo: o Sr. Darcy, personagem criado por Jane Austen no romance Orgulho e Preconceito. Um dia, ela decide gastar todas as suas economias e voar ao Reino Unido, onde existe um resort especializado em acolher as mulheres apaixonadas pelas histórias de Austen. Lá, ela descobre que o homem do seus sonhos pode se tornar uma realidade.

Nome original: Austenland
Gênero: Comédia/Romance
Ano: 2013
Distribuidora: Sony Pictures
Duração: 1 hora e 37 minutos
 Nacionalidade: Reino Unido
   Classificação: 4/5



Jane é fã do livro Orgulho e Preconceito, ela não tem um namorado e quer encontrar um no estilo Mr. Darcy, personagem principal do livro que ela é extremamente fã.

Além de ter sua casa toda decorada no estilo do livro, ela quer viver esse conto de fadas, e ela descobre que isso é possível quando acha um lugar no Reino Unido que é totalmente inspirado no livro Orgulho e Preconceito.

Sua melhor amiga não acha certo ela gastar toda a economia de anos para viver um conto de fadas, ainda mais sabendo que esse conto de fadas não fará com que ela consiga o amor da vida dela que ela tanto quer.

Mas Jane continua firme em sua decisão e decide viajar para Londres.

O lugar é tudo que ela sonhou, as  vestimentas, os costumes, o modo de falar, tudo é igual ao livro, e ela se vê vivendo a fantasia que sempre sonhou. Mas não com tantas regalias como as pessoas do pacote premium, mas isso não a desanima a ficar no lugar.

O Mr. Darcy é igualzinho ao do livro, arrogante, porém encantador. Mas ao invés de Jane começar um romance com ele, acaba ficando com um criado do lugar, o que contraria totalmente as leis do local.

O filme é cheio de reviravoltas, prevejo que se eu falar mais a respeito da história irei soltar algum spoiler, mas acho que falei o necessário para despertar o interesse de ver o filme.

Todos nós temos aquele livro que temos uma enorme vontade de viver na história ou aquele personagem maravilhoso que ficamos suspirando horas por ele. Com Jane não é diferente, ela tem esse sonho e corre atrás para realiza-lo, podemos achar isso fútil no começo do filme, mas acho que muitas pessoas tomariam a mesma atitude que ela se soubesse que poderia vivenciar um pouco de sua história favorita!

Assim como o Mr. Darcy do filme Orgulho e Preconceito, o de Austenland me agradou bastante, ele não tem muita participação no começo do filme, mas depois notoriamente podemos ver cada vez mais a presença dele, o que é muito bom, já que eu adorei o personagem.

Temos também presente personagens como a Miss Elizabeth Charming que é uma figura, engraçada e super safada, está ali para arrumar um homem e não conhece nada a respeito do livro, dei boas risadas com ela. Também temos a Lady Amelia Heatwright que não gostei nem um pouco, simplesmente não gostei da forma dela de agir e me irritou durante todo o filme com suas ações.

Durante o romance de Jane com o criado eu fiquei: MEU DEUS, PARA COM ISSO, NÃO TÁ DANDO CERTO, VOCÊ TEM QUE FICAR COM O MR. DARCY. Gente, sério, torci muito pra esse casal ficar junto, mas depois de um tempo acabei desanimando e tentando me conformar com o criado.

Agora o final, eu não esperava nada daquilo, em um momento o filme estava tomando um rumo e depois foi pra outro completamente diferente, e eu fiquei pensando "O QUE TÁ ACONTECENDO, SOCORRO". Mas me agradou de uma forma maravilhosa e me fez ficar suspirando durante alguns minutos depois que o filme acabou!

Se vocês estão procurando um filme para assistir sem muitas pretenções, Austeland é o filme certo. Com uma pitada de romance e outra de humor, faz o espectador ficar apaixonado pelo filme. Recomendado!



6 comentários:

  1. Acho super bacana quando é feita uma releitura de algum livro, ou quando o livro rodeia a historia toda como é o caso de filme (que nunca tinha ouvido falar), nunca li nada da Jane Austen, e nem vi Orgulho e Preconceito, bom na verdade assisti Orgulho e Preconceito e Zumbis, que embora não seja lá muito bom é super divertido haha

    Abraços

    Acho super bacana esse espaço para divulgar a literatura nacional, muito bacana a iniciativa Suelen. Mas, infelizmente, esse gênero não faz muito meu estilo, sou mais da fantasia mesmo haha Espero todo sucesso do mundo para autora e pra vc tbm

    Abraços

    http://bit.ly/DesconstruindoV

    ResponderExcluir
  2. Gostei! Faz tanto tempo que não assisto nada do gênero, vou dar uma chance e assistir em breve!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Vamos combinar? Quem não queria um Sr. Darcy na vida? kkk Entendo a Jane perfeitamente! :P
    Não conhecia o filme ainda (sou muito perdida em relação a filmes rsrs) Mas a temática da história já me interessou muito, ainda mais se tiver uma pitada de humor.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana.

    Eu não conhecia este filme e pela sua resenha, eu fiquei com muita vontade de assistir. Ainda mais sabendo que a personagem tem a casa toda decorada no estilo do livro orgulho e preconceito. Adorei. Dica anotada.

    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Não conhecia esse filme e fiquei mega curiosa para ver. Achei o enredo bem trabalhado e a história parece ser até engraçada. Gosto muito do livro Orgulho e Preconceito e se pudesse também viveria naquela época só para conhecer o Mr. Darcy. kkkkk
    Amei a sua dica e vou ver em breve.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto de livros desse estilo, gostei bastante da sinopse.

    ResponderExcluir