2 de jun de 2015

Resenha: Trocada - Amanda Hocking



Quando Wendy Everly tinha seis anos, sua mãe foi convencida de que ela era um monstro e tentou matá-la. Onze anos mais tarde, Wendy descobre que sua mãe poderia estar certa. Ela não é a pessoa que ela sempre acreditou ser, e toda a sua vida começa a ser desvendada. Tudo por causa de Finn Holmes.
Finn é um cara misterioso e parece estar sempre olhando para ela. Cada encontro deixa Wendy profundamente abalada. Mas não é muito antes de ele revelar a verdade: Wendy é uma changeling que foi trocada ao nascer e ele veio para levá-la de volta para casa. Agora Wendy parte para uma viagem a um mundo que ela nunca soube que existia, um que é ao mesmo tempo belo e assustador. E onde ela deve deixar sua antiga vida para trás para descobrir qual será o seu destino.

Autor: Amanda Hocking
Editora: Rocco 
Classificação: 4 de 5 estrelas 
Ano: 2013
   Páginas: 326
Wendy nunca se sentiu uma adolescente normal, está tendo que mudar de cidade constantemente pois nunca consegue se adaptar em nenhuma delas e acaba arrumando algum problema para seu irmão Matt e sua tia Maggie.

Kim, a mãe de Wendy, estava esperando por um menino, mas a surpresa foi grande para todos quando saiu uma menina, desde então Kim nunca deu a atenção necessária para Wendy, e sempre a tratou com muito desgosto, até que no aniversário dela de 6 anos, Kim tentou mata-la, sendo assim foi internada, e nunca mais saiu de lá.

Ela estava disposta a fazer tudo dar certo nessa nova cidade e escola, mas ela descobriu uma coisa: tinha o poder da persuasão, poderia mandar as pessoas fazer tudo que ela queria. Finn Holmes é um dos poucos garotos que já chamou a sua atenção, ele a encara em todas as aulas e fora delas também.

Depois de uma grande aproximação entre Finn e Wendy, ele conta toda a verdade para ela. Quando Kim deu a luz a um bebê homem, eles foram lá, pegaram o bebê e colocaram Wendy no lugar dele. Wendy tem poderes por quê ela é uma Trylle, ou uma troll, mas esses não são trolls monstros, são trolls que possuem poderes. Finn é seu "rastreador" e tem o dever de protege-la e leva-la de volta ao reino, onde sua verdadeira mãe e rainha dos Forëning, Elora, se encontra.

De começo Wendy é difícil de aceitar largar sua única família, que não é sua família de verdade, para ir viver em um reino como uma princesa. Mas quando ela reconhece que os Vittras que também são Trylles, porém, ruins, estão atrás dela, ela não pensa em outra coisa: corre para Forëning afim de se proteger e proteger sua "família".

Porém, chegando em Forëning não é tudo que ela pensou. Elora, sua mãe de verdade, vive em uma mansão e é mais fria que sua falsa mãe, Kim. Elora quer que Wendy seja uma princesa exemplar e vai fazer de tudo para que ela esteja à disposição para um dia tomar o lugar dela.

A história que Amanda Hocking criou em um todo é bem diferente, porém tem aqueles acontecimentos clichês que em alguns livros podemos ler. De começo eu não gostei do livro, nenhum personagem me agradou do início até o fim, pelo contrário, achei a maioria dos personagens irritantes. Porém, a história ajuda isso passar batido em alguns momentos do livro.

O romance entre Finn e Wendy constantemente estava me irritando, já que não gostei nem um pouco dele, e ambos ficavam naquele "mimimi" de "aí não posso ficar com você", "ah, isso é proibido", isso me irritou bastante e fez com que o livro descesse bastante.

Dei as 4 estrelas por causa da história em si que foi muito bem construída, rica em detalhes e a narrativa não foi em um todo parada, pelo menos nisso a autora não pecou. 

Recomendo o livro, porém eu não me dei muito bem com os personagens. Já estou lendo a continuação e estou gostando da história. Em breve resenha do próximo livro!

5 comentários:

  1. Olha eu sinceramente nunca li nenhuma resenha desse livro. É a primeira vez para vc ter uma ideia. Eu já tinha visto e achei as capas maravilhosas, mas eu não tinha tido interesse, mas achei legal saber que se trata de uma garota que tem poderes, que é princesa e tudo mais. Adoro livros assim e tive bastante curiosidade de conhecer o livro. Não sei se irei adquirir agora, mas pode ter certeza que entrará na minha lista de leitura. Gostei da maneira como você se expressou e pela sua sinceridade em dizer que os personagens não te agradaram tanto, mas pelo menos a história foi boa né?! Agora é só esperar pela continuação, porque as vezes acaba superando o primeiro =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/06/resenha-navegue-lagrima_2.html

    ResponderExcluir
  2. A capa está linda !
    Porém , pelo que você citou na resenha , não é um livro que me atrai .

    Tá rolando promoção lá no meu blog . Participe !
    http://coisasdeiane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ei, Ana!
    Tenho um amigo que já leu esse livro e disse que amou. A sua resenha foi a primeira que li. Eu fiquei interessada nele, mas não tanto quanto eu esperava.
    Adorei sua resenha!
    Beijos

    minhasecretapoesia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana!
    Sabe, esse livro não conseguiu despertar minha curiosidade, mas a história parece ser interessante.

    Beijos,
    Epílogos e Finais

    ResponderExcluir
  5. Oi Ana!
    Então, eu adoro fantasia, e achei que ia me apaixonar por esse livro, mas não consegui prosseguir na história e acabei abandonando. Troquei o primeiro e o segundo volume no Skoob, o que acabou sendo ótimo. Mas fico feliz de você ter gostado da leitura.
    Beijos

    Paradise Books

    ResponderExcluir