27 de mai de 2015

Resenha: A Luz Através da Janela - Lucinda Riley

Conhecer seu passado é a chave para libertar seu futuro.
A Segunda Guerra Mundial na França, durante a Ocupação (1940-1944), deixou muitos destroços e segredos familiares, principalmente na família de Emilie, os De la Martinières: quando sua mãe faleceu, deixando para ela (como única herdeira do nome e dos bens da família - entre outras coisas) o legado do Château de la Martinères em Gassin, no Sul da França, Emilie fica devastada e quer vender tudo para que possa voltar à sua rotina comum de veterinária.
Entretanto, o misterioso Sebastian Carruthers aparece em sua vida para ajudá-la a cuidar de toda a documentação e a consola nos momentos mais difíceis. Emilie se apaixona pela sua gentileza e decide se casar com ele. Assim, ela se muda para a casa do marido, Blackmoor Hall, em Yorkshire (UK).
Contudo, a vida que ela, ingenuamente, pensa estar começando bem, trará a ela muitas surpresas e revelações -- do presente e de um passado desconhecido que, ao ser desvendado, modificará a história pessoal de toda uma geração -- carregando com os ventos da mudança, nova esperança de vida e amor...


Autora: Lucinda Riley
Editora: Novo Conceito
  Classificação: 5 de 5 estrelas 
   Ano: 2012 
Páginas: 542



Emilie de la Martinières é de uma família bem rica, mas assim que sua mãe Valèrie veio a falecer em cima de uma cama, tudo isso muda. Sem seu pai e sem sua mãe, que nunca a amou de verdade e nem deu a atenção necessária, ela vê sua vida como um completo caos. 

Agora Gerard, o contador da família, coloca um peso em suas costas. Sua mãe deixou várias dívidas para ela e prometeu a mansão ao banco como seguro. Seu único refúgio é o château, lugar onde seu pai passou a maior parte de sua vida.

É aí que Emilie conhece Sebastian Carruthers, um jovem bonito e que está disposta a ajuda-la com tudo que precisar. De primeira, Emilie não quer ninguém em sua vida, só assim ninguém poderá magoa-la, mas ela vê em Sebastian uma pessoa boa e que poderá ajudar ela a passar esta fase.

A avó de Sebastian, Constance, foi uma grande amiga do pai de Emilie, Édouard, e constantemente contava para ele histórias sobre a família Martinières, porém a avó dele faleceu e assim ele tomou a iniciativa de ir pesquisar um pouco da história que sua avó contava. Depois de relatar tudo para Emilie, que fica bem agitada com a história, ela tenta se aprofundar um pouco mais dos seus ante passados e descobrir o por quê seu pai nunca falava nada sobre a vida dele.

É aí que conhecemos mais sobre Constance Carruthers, uma mulher que foi selecionada por uma organização secreta para ser treinada e ajudar a combater o governo de Hitler. Sem pensar duas vezes, Constance aceita, mas não sem antes pensar em seu marido que foi para a guerra e nunca mais voltou. Depois de uma missão que não seguiu o rumo desejado, Constance acaba na casa de Édouard e terá que viver lá até a guerra acabar.

A história de Constance com a família de Emilie é grande, não falarei tudo se não acabarei soltando algum spoiler sem querer. Sou apaixonada por romances de época e Lucinda tem aquele jeitinho de deixar a história melhor do que ela já é. 

O livro é bem grosso, tem mais de 500 páginas, mas enquanto eu o lia não senti que tinha isso tudo, a leitura flui facilmente e quanto mais você lê, mais você quer da história. Lucinda soube construir ótimos personagens, Emilie é uma personagem maravilhosa, assim como Alex, irmão gêmeo de Sebastian, que só aparece depois de uma boa parte do livro. 

A trama foi bem construída e tenho que parabenizar a Lucinda por fazer um ótimo trabalho e não se perder, ora alguns capítulos são narrados no presente, ora no passado e creio que isso demanda bastante cuidado e atenção, se não acaba se perdendo no meio da história. 

A Novo Conceito arrasou na capa e na tradução do nome do livro, tem tudo haver com a história. Fora que o tamanho da letra é ótimo e tudo bem organizadinho. Super recomendo a leitura desse livro, a melhor leitura desse ano, com certeza, mereceu as 5 estrelas!

"[...] Essa dor nunca vai desaparecer, mas talvez seja a maneira que as coisas devam ser. O choque de perdê-la certamente fez com que eu repensasse várias coisas em minha vida. Fez com que eu me tornasse uma pessoa melhor."

"- Jacques me disse hoje de manhã que a morte faz parte da vida. E eu sei que preciso encontrar um jeito de tentar aceitar isso, mas não sei se vou conseguir."

9 comentários:

  1. Que livro encantador, e a sua resenha esta maravilhosa, parabéns pelo desempenho.
    Sexo, Fraldas e Rock'n Roll

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Não gosto muito dos livros que essa autora escreve, a verdade é que eles nunca despertam verdadeiramente minha curiosidade, mas gostei da resenha.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. que resenha maravilhosa, deu vontade de ler mesmo quando não curto muito livros desse genero com tamanha quantidade de paginas mas deu uma grande vontade de ler!!

    Visite meu blog o reader rocket, ee acabou de voltar de um grande hiatus e precisamos muito do seu apoio <3
    http://readerrocket.blogspot.com.br/2015/05/um-novo-re-comeco.html

    ResponderExcluir
  4. gostei muito da resenha, o livro parece ser muito bom. fiquei curiosa.
    Primeiros Acertos ❥❁

    ResponderExcluir
  5. Nunca li nada da Lucinda, embora ouça falar muito bem dela :/
    Fiquei bem curiosa com essa história, vou colocá-la na minha listinha de leituras :D

    Beijos
    Colecionando Primaveras

    ResponderExcluir
  6. Adorei o livro , ainda não o conhecia !
    Após a leitura de sua resenha me apaixonei pelo livro . A capa realmente está maravilhosa !

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. A Lucinda é maravilhosa, uma das minhas autoras preferidas! Eu adoro os livros dela e sei como constrói bons personagens e a trama em geral. A Novo Conceito realmente faz um ótimo trabalho de capa e tudo mais. Estou louca para ler esse livro.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Que capa linda *-*
    Já conhecia o livro, mas não sei porque, nunca tive interesse nele.
    Lendo sua resenha, achei o enredo bem interessante. <3
    Beijos.

    http://www.leituradelua.com

    ResponderExcluir
  9. Oie Ana! :D
    Gosto de ler livros que trabalham a segunda guerra mundial, acho interessante ver como as coisas ocorreram naquela época e as histórias sempre são emocionantes! *0*
    Mais um para a minha lista de leituras!

    Beijooos e até logo! ;)
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir