19 de dez de 2014

Resenha: À Sombra da Lua - Marcos DeBrito

Durante o dia, Vila Socorro é apenas uma pacata cidade do interior de São Paulo, reduto da imigração italiana no Brasil. Mas, quando o sol se põe, uma criatura desconhecida aterroriza os moradores, que cobram uma solução das autoridades locais, afinal, há décadas o vilarejo sofre com mortes misteriosas, cometidas por um assassino que não deixa rastros e desafia a lógica humana. Estreia do cineasta Marcos de Britto na literatura, À sombra da lua já nasce um forte candidato a clássico do terror nacional ao explorar o mito universal do lobisomem contrapondo, numa narrativa madura e vigorosa, racionalidade e mistério.


Classificação: 4 de 5 estrelas.
Autor: Marcos DeBrito.
Editora: Rocco.






Lançado no ano de 2013 pela editora Rocco, o autor Marcos DeBrito faz uma ótima estreia com o livro À Sombra da Lua.

Estamos acostumados a ler livros com um tema, que para mim está muito clichê: lobisomens. Devo conversar que fiquei um pouco receosa, por pensar que o livro seria igualmente aos outros do mesmo gênero, porém, foi totalmente diferente.

O livro é narrado em terceira pessoa, e em dois tempos diferente. Em alguns momentos estamos no ano de 1920 e em outros estamos no ano de 1987 em diante. O motivo de ter duas narrativas é que na de 1920 nós temos um abominação na Vila Socorro, localizada em São Paulo. A cada lua cheia do mês, um bicho visto por alguns, ataca e mata alguns habitantes desse lugar, causando completo caos. Uns colocam culpa nos imigrantes italianos que vieram habitar o lugar. Mas logo percebemos que tal criatura se trata de um lobo.

Como uma das personagens principais temos Alana, filha do médico desta pequena vila, uma garota extremamente reservada.  E também temos Flávia, sua melhor amiga e Vicente, seu amigo de infância e também o garoto que é apaixonado por ela, mas o problema é que sua melhor amiga, Flávia, é apaixonada por ele.

Em meio a tantos eventos que acontece nesta Vila, Alana avista Álvaro, um garoto com um passado extremamente culpado. Rola boatos nessa vila que o pai de Álvaro matou a sua mãe e suas irmãs com um machado, ele chegou a beira de uma alucinação por causa de ataque de ciúmes. E é esse ponto que é narrado no ano de 1987, sobre a história da chegada da família de Álvaro no Brasil, até a morte deles, e é aí que podemos ficar sabendo mais sobre a história desse pobre garoto.

O sentimento de Álvaro por Alana é recíproco, e com a ajuda de sua amiga Flávia, os dois tentam começar uma relação, mas sempre tem quem atrapalhe.

Esse livro é extremamente gostoso de ler. O livro não envolve apenas as questões abordadas na resenha, envolve muitas outras coisas, porém se eu fosse citá-las iria ficar extremamente grande, então decidi colocar apenas o essencial.
A leitura me prendeu do início ao fim, gostei bastante dos personagens, os achei muito bem estruturados. Porém, não concordei com algumas mortes que foram acontecendo ao decorrer do livro. O autor soube trabalhar bem na história, imagino o quanto deve ser difícil narrar o livro em duas épocas diferentes, mas para o autor Marcos DeBrito isso não foi um problema, pelo contrário, o autor soube estudar bastante e criar uma história maravilhosa. O livro tem 286 páginas e elas são brancas, mas nada que dificulte a leitura do livro. Super recomendado!

11 comentários:

  1. O livro parece mesmo ser bacana e adoro leituras que são gostosas de se ler, nada é pior que um livro arrastado, mas apesar de toda a sua recomendação não consegui me interessar.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. OOoi,

    O livro parece ser incrivel, mesmo não sendo um tema que eu gosto muito.
    Achei muito legal essa mudança de tempo, o fato de se passar aqui e o autor conseguiu trabalhar bem no tema, então eu daria uma chance para ele.


    Beijinhos.
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  3. Li muito sobre vampiro, mas lobisomens não li tanto assim. Me interessei pelo livro. A capa é linda e acho que leria sim.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oiee, tudo bem Ana?
    Tipo, eu já conhecia essa obra faz um tempinho gosto do gênero sobrenatural então me aparenta ser uma boa aposta para eu me aventurar neste livro, no momento nunca mais li nenhum livro em terceira pessoa e nem gosto tanto assim sabe? Mas ele me despertou grande interesse e a capa é realmente sombria (lindíssima também rs). Gostei da sua resenha, parabéns =)

    Beeeijos :*
    Luan || Um Grande Vício Literário

    ResponderExcluir
  5. Ooi!

    Eu adoro esse estilo literário, esse livro já esta na minha wishlist faz tempo!
    Abraços, Heitor
    shakedepalavras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oiii, tudo bem??? Não conhecia o livro e gostei. Também acho que o tema já esteja um pouco batido, mas que bom saber que o autor conseguiu criar uma história original e muito gostosa de se ler. A capa eu gostei bastante e fiquei curiosa para saber mais sobre o livro :)
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi! Já conhecia este livro e parece ser mesmo muito bom, o enredo é ótimo. Gostei de saber que te prendeu. :)
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha, estou querendo muito ler esse livro.
    Ainda não tive a oportunidade, mas realmente me chama atenção. Bjs :*

    http://acucar-ou-adocante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Otimo livro, pela sua resenha, adorei, não conhecia,

    http://blogquerida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oii!!! O livro parece ser bom, mas não sei se esse triângulo amoroso chama minha atenção, essa coisa de uma que gosta do outro mas ele gosta de outra rsrs. Gosto de clichês, acho que leria para conhecer.
    Beijos!!!
    Quer Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  11. Oi Ana. Adorei a resenha só que na pequena descrição que você fez da história achei que estava muito parecido com o livro A Garota da Capa Vermelha, você não acha? kkkkk Mas quem sabe o diferencial da história esteja todo nessa parte de ele contar duas épocas juntas. Apesar que se isso não for bem trabalhado é capaz de fazer alguns leitores se perderem! kkkk :D :D Mas apesar de todas as minhas observações saiba que já incluí esse livro na minha lista de compras para o ano novo. Não perco um livro de fantasia com seres sobrenaturais! :D :D Bjoks da Gica.

    umaleitoraaquariana.blogspot.com

    ResponderExcluir