6 de fev de 2015

Lançamento: Editora Os Dez Melhores - Fevereiro



Contos de Amor e Crime: Um Romance Violento é muito mais que um livro
Por Alessandra Carvalho.

O romance escrito pelo autor Afobório ganha destaque por uma série de motivos. O livro é parte integrante do Projeto Balaclava, uma ação criada pelo próprio escritor e que o aproxima do leitor, disseminando o gosto pela leitura e o amor pela escrita. O Projeto Balaclava prima pelo extermínio do preconceito, e busca promover uma melhor convivência entre as pessoas, erradicando a violência das ruas. O público-alvo são os jovens das escolas públicas de Carazinho/RS, cida-de onde vive o autor, mas que inegavelmente atinge toda a comunidade.
Afobório já é conhecido por seus trabalhos sociais que envolvem literatura e pessoas. E a Editora Os Dez Melhores não poderia ficar de fora de um projeto tão diferenciado como este. Um conceito que privilegia ação e resultado, pois atua on-de realmente é preciso: entre a garotada, cara a cara.
Contos de Amor e Crime: Um Romance Violento é um livro tão polêmico como a balaclava que isola o rosto do autor:
– Não importa se sou bonito, feio, qual é a minha cor, onde eu moro, quanto eu ganho. O que importa é o que eu faço, e não o que pensam de mim – afirma Afo-bório, que nunca deixa de ressaltar que ‘um homem vale pelo que faz, e não pelo que diz, ou pelo que tem’. É a cultura Punk. ‘Faça você mesmo’.
O romance é redigido em primeira pessoa e é subdividido em passagens in-tituladas de acordo com o tema exposto no trecho em questão. O livro possui 124 páginas e retrata a visão de um criminoso sobre a nossa sociedade. Um prisma com o qual não estamos acostumados. 



O personagem principal é Jozz, um jovem negro, morador de favela, que as-sume o papel de narrador e de algoz da sociedade, criado em um ambiente hostil e preconceituoso que o coloca na situação de criminoso mesmo antes de se tornar um. Esta condição o revolta e o transforma em um homem de coração frio, que usa o crime e a violência como artifício para ganhar da sociedade o respeito que mere-ce – mesmo que através do medo.
E a maestria de Afobório se destaca não só no momento de escrever o seu livro, como também no instante de colocá-lo como um objeto de debate com foco nas ações e escolhas que fizemos em nossas vidas. O escritor propõe que a sua ba-laclava é mágica, e que a mesma tem o poder de destruir tudo que há de ruim na vida destes jovens. É um contraponto importante que acontece durante a dinâmica da oficina literária coordenada pelo autor.
É muito claro que o discurso de Afobório expressa uma lição: escolhas erra-das terminam mal, porque desenvolvem cães de briga que não estão preparados para amar, mas sim para odiar e matar.
Resumidamente, Afobório discorre que a falta de respeito – leia-se discri-minação em sua mais abrangente instância – é o principal propulsor de toda a vio-lência que assola a nossa comunidade, desmistificando a imagem do dito ‘vaga-bundo’, que simplesmente não gosta de trabalhar. Jozz afirma com todas as letras que o que ele busca é respeito, e justifica-se afirmando que, em uma sociedade co-mo a nossa, um negro favelado só existe quando empunha uma arma. Uma visão que assinala o desejo por respeito e status como pertinente a todos em nossa soci-edade moderna.
Em cima de toda esta estrutura, as oficinas literárias ministradas são finali-zadas com um momento importante: os alunos que quiserem, podem vestir a ba-laclava e pisar no racismo e na violência diante de todos. Um momento de muitas revelações, porque qualquer um pode falar sobre os seus medos, sobre os seus preconceitos, sobre as suas amarguras. É um desabafo, uma lição de vida para to-dos os participantes da atividade.
Afobório propõe que, em sociedade, devemos respeitar a todos, em todos os sentidos. E nada melhor que a utilização de um livro para promover integração, valorização mútua e amor pela literatura.
Para o autor, escrever o que a gente sente canaliza nossas angústias para o papel, e transforma realidades tristes em açúcar para a sociedade, sempre em for-ma de literatura. A proposta é trazer temas como o racismo e a violência para den-tro de um gênero literário, com a finalidade de retirá-los das ruas e transformá-los
em arte. É por isto que a última frase do autor em suas oficinas é ‘sorte, luz e litera-tura, sempre!’.
Em um contexto como este, certamente ‘a balaclava tem poder’, e a obra Contos de Amor e Crime: Um Romance Violento é mesmo muito mais que um livro. Trata-se de uma ação concreta, que promove reação e reflexão através das palavras.


Contato/vendas com o autor: (afoborio@gmail.com)
Ou através da livraria virtual da Editora Os Dez Melhores:
(http://www.editoraosdezmelhores.com.br/livraria/product_info.php?products_id=72&osCsid=eabd6bf794b986f6c154f163beb2b21d)
Ambos por R$27,00 (frete incluso) para todo o Brasil. 

E aí, gostaram da novidade? Eu gostei bastante e quero muito ler o livro. Beijos!
 

14 comentários:

  1. Oi, Ana, tudo bem?

    Os livros da Dez Melhores são sempre bem interessantes. Li apenas um por enquanto, mas gostei bastante e vi o quanto a editora é talentosa. Curiosa para ler Contos de Amor e Crime também

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  2. Hey!
    Parece legal, apesar de não ser muito o que ando lendo ultimamente..
    Beijos. O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
  3. Eita,eu quero...kkkk....vou ja atrás de comprar! Adorei seu blog!
    beijos
    http://veiasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. parabéns pela parceria, desejo que seja um sucesso sempre e que mais divulgações bem feitas como essa sejam sempre feitas de ficar atenta ao que esta acontecendo!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oiee.

    Olha não li nada desta editora e um dia espero ler.
    Não sei se leria esse tiítulo

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  6. O livro parece ser muito bom, adoraria ler, ele fala de assuntos que muitas vezes estão presentes no nosso dia-a-dia, o livro parece ser perfeito.Não sei bem já que não li o livro, mas ele deve contar pelo que li,sobre uma história de superação.
    Beijos!
    ||Crazy Cake ||

    ResponderExcluir
  7. Oi Ana! Tudo bem?

    Esse livro parece bem legal *-* Amo Terror, e apesar de nunca ter lido nada da Os Dez Melhores, esse me chamou bastante atenção, haha, se você ler, espero sua resenha :3

    Seguindo aqui, bjs e abs,
    http://leiturasilenciosaoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Nossa o livro parece ser bem forte. Mas assim é que aprendemos como o mundo está e como devemos mudá-lo. Gostei do livro,
    Beijos.

    Escritaliteraria1.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Nossa o livro parece ser bem forte. Mas assim é que aprendemos como o mundo está e como devemos mudá-lo. Gostei do livro,
    Beijos.

    Escritaliteraria1.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Eu jurava já ter comentado por aqui porque li essa resenha, gente! Cadê meu comentário, não foi?! T___T Chateada!
    Mas, eu como disse antes, gosto do jeito do ator dizer que passa a angustia para o papel e transforma as tristezas em açúcar. Parece um livro forte e adoro a maneira como o autor parece abordar a discriminação.
    Beijos

    http://lumartinho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi, já lí dois livros da editora, gostei de ambos, esse parece ser muito bom também.

    Seguindo seu blog.
    http://enfoqueliterarioo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi
    Nunca li nada da editora, mais pelo que vi no poste, parece ser um bom lançamento e a capa é bonita.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia essa editora, mas me chamou a atenção de cara.
    O livro lançado é exatamente o meu estilo. Quero ler!

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de fevereiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  14. Oi Ana!
    Não conhecia o livro, nem a autora. Parece ser interessante, gostei da premissa!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir